Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)

domingo, 19 de janeiro de 2014

Isaías 51 a 54 (dia 186)

LIVRO DE ISAÍAS, CAPÍTULO 51

Palavras de consolo para Jerusalém

1O Senhor Deus diz:

“Escutem, os que procuram a salvação,
os que pedem a minha ajuda!
Lembrem da rocha da qual foram cortados,
da pedreira de onde foram tirados.
2Pensem no seu antepassado Abraão
e em Sara, de quem vocês são descendentes.
Abraão não tinha filhos quando eu o chamei,
mas eu o abençoei e lhe dei muitos descendentes.
3Eu, o Senhor, terei compaixão de Jerusalém
e de todas as suas casas que estão em ruínas.
Eu farei com que as suas terras secas virem um jardim,
como o jardim que plantei na região do Éden.
Ali haverá alegria e felicidade,
haverá música e cânticos de louvor a mim.”

4“Escute, meu povo,
dê atenção ao que eu vou dizer:
Vou dar as minhas leis às nações,
e os meus mandamentos serão uma luz para os povos.
5Virei logo salvá-los;
está chegando o dia da minha vitória,
e eu governarei todos os povos.
Nações distantes esperam por mim
e confiam em mim para protegê-las.”

6“Olhem para o céu, lá em cima,
olhem para a terra, aqui embaixo.
O céu desaparecerá como fumaça,
a terra ficará gasta como uma roupa velha,
e os seus moradores morrerão como se fossem moscas.
Mas a minha vitória será total,
o meu poder durará para sempre.”

7“Escutem, vocês que sabem o que é direito,
que têm a minha lei no seu coração!
Não fiquem com medo quando forem ofendidos,
não se aborreçam quando os outros zombarem de vocês.
8Pois eles desaparecerão como uma roupa de lã
destruída pelas traças.
Mas a minha vitória será total,
o meu poder durará para sempre.”

9Acorda, ó Senhor, acorda!
Salva-nos com o teu grande poder,
como fizeste antigamente,
no tempo dos nossos antepassados.
Tu cortaste Raabe em pedaços,
tu mataste aquele monstro do mar.
10Tu fizeste o mar secar,
secaste as águas profundas;
no meio do mar, abriste um caminho
para que por ele passasse o povo que salvaste.
11Aqueles a quem o Senhor salvar voltarão para casa,
voltarão cantando para Jerusalém
e ali viverão felizes para sempre.
A alegria e a felicidade os acompanharão,
e não haverá mais tristeza nem choro.



12O Senhor diz ao seu povo:

“Eu, eu mesmo, lhes dou forças.
Então, por que vocês têm medo de pessoas,
de seres mortais que não duram mais do que a palha?
13Por que esquecem o Senhor, o seu Criador,
aquele que estendeu o céu e firmou a terra?
Por que estão sempre com medo de inimigos cruéis,
que os perseguem e estão prontos para destruí-los?
Que pode fazer a fúria deles contra vocês?
14Logo os prisioneiros serão postos em liberdade;
eles não morrerão, nem passarão fome.”

15“Eu, o Senhor, sou o Deus de vocês.
Eu agito o mar e faço as suas ondas rugirem.
O meu nome é Senhor, o Todo-Poderoso.
16Eu dei a vocês os meus ensinamentos
e com a minha mão eu os protejo.
Eu, que estendi o céu e firmei a terra,
digo aos moradores de Jerusalém:
‘Vocês são o meu povo.’ ”



O sofrimento de Jerusalém vai terminar

17Acorde, Jerusalém, acorde e levante-se!
O Senhor fez com que você bebesse o vinho da sua ira;
você bebeu tudo e ficou bêbada.
18De todos os seus filhos,
de todos aqueles que você criou,
não houve um só que pegasse você pela mão
e que a ajudasse a andar.

19Você sofreu duas desgraças:
a sua terra foi arrasada pelos inimigos,
e a guerra e a fome mataram os seus moradores.
Quem tem pena de você?
Quem procura consolá-la?
20Os seus moradores desmaiam de fome
e estão caídos nas esquinas das ruas;
são como carneiros selvagens presos nas redes dos caçadores.
Eles caíram por causa da ira do Senhor,
por causa do castigo do seu Deus.

21Pobre Jerusalém!
Você está bêbada, mas não por ter bebido vinho.

22Agora, escute o que diz o seu Senhor e Deus,
aquele que vai defender a causa do seu povo.

O Senhor diz:

“Agora estou tirando das suas mãos
o copo cheio da minha ira,
o copo que fez você ficar bêbada.
Você nunca mais beberá dele.
23Darei esse copo aos seus inimigos,
aos que lhe disseram:
‘Deite-se no chão, que vamos pisar em cima de você.’
Você se deitou, e eles a pisaram,
como se você fosse o pó da rua.”



LIVRO DE ISAÍAS, CAPÍTULO 52

Deus salvará Jerusalém

1Acorde, ó Jerusalém, acorde já
e renove as suas forças.
Cidade santa, vista os seus vestidos mais caros,
pois os pagãos, aquela gente impura,
nunca mais morarão com você.
2Ó Sião, bela cidade,
prisioneira e sentada no chão,
livre-se das suas correntes;
levante-se, sacuda o pó das suas roupas
e sente-se no seu trono.

3O Senhor diz ao seu povo:

— Quando vocês foram levados como escravos para outro país, ninguém pagou nada por vocês; assim também eu não pagarei nada para livrá-los da escravidão.

4O Senhor Deus diz:

— Primeiro, o meu povo foi para o Egito a fim de morar lá; e eles foram porque quiseram. Mais tarde, a Assíria os levou como escravos e não pagou nada por eles. 5E o que é que estou vendo agora? A Babilônia fez a mesma coisa: levou o meu povo como escravo sem pagar nada por ele. Aqueles que o estão dominando dão gritos de vitória e me ofendem sem parar. 6Mas virá o dia em que o meu povo conhecerá o meu nome e saberá que sou eu, o Senhor, quem diz: “Eu estou aqui!

7Como é bonito ver
um mensageiro correndo pelas montanhas,
trazendo notícias de paz,
boas notícias de salvação!
Ele diz a Sião: “O seu Deus é Rei!”
8Escutem os gritos dos vigias!
Eles gritam de alegria, todos juntos,
pois veem com os seus próprios olhos
a volta do Senhor para Sião.

9Jerusalém arrasada, cante de alegria,
pois o Senhor tem pena do seu povo
e vai salvar Jerusalém.
10Na presença de todas as nações,
o Senhor vai mostrar o seu santo poder.
O mundo inteiro verá
que foi o nosso Deus quem nos salvou.

11Meu povo, saia da Babilônia!
Saiam todos e não toquem em nada que seja impuro.
Que se purifiquem os que carregam os objetos sagrados do Templo!
12Desta vez, vocês não sairão com pressa,
não precisarão fugir,
pois o Senhor os guiará.
O Deus de Israel os protegerá por todos os lados.



O sofrimento e a vitória do servo de Deus

13O Senhor Deus diz:

“Tudo o que o meu servo fizer dará certo;
ele será louvado
e receberá muitas homenagens.
14Muitos ficaram horrorizados quando o viram,
pois ele estava tão desfigurado,
que nem parecia um ser humano.
15Mas agora muitos povos ficarão admirados quando o virem,
e muitos reis não saberão o que dizer.
Pois verão coisas de que ninguém havia falado,
entenderão aquilo que nunca tinham ouvido.”



LIVRO DE ISAÍAS, CAPÍTULO 53

1O povo diz:

“Quem poderia crer naquilo que acabamos de ouvir?
Quem diria que o Senhor estava agindo?
2Pois o Senhor quis que o seu servo aparecesse
como uma plantinha que brota
e vai crescendo em terra seca.
Ele não era bonito nem simpático,
nem tinha nenhuma beleza
que chamasse a nossa atenção
ou que nos agradasse.
3Ele foi rejeitado e desprezado por todos;
ele suportou dores e sofrimentos sem fim.
Era como alguém que não queremos ver;
nós nem mesmo olhávamos para ele e o desprezávamos.”

4“No entanto, era o nosso sofrimento que ele estava carregando,
era a nossa dor que ele estava suportando.
E nós pensávamos que era por causa das suas próprias culpas
que Deus o estava castigando,
que Deus o estava maltratando e ferindo.
5Porém ele estava sofrendo por causa dos nossos pecados,
estava sendo castigado por causa das nossas maldades.
Nós somos curados pelo castigo que ele sofreu,
somos sarados pelos ferimentos que ele recebeu.
6Todos nós éramos como ovelhas que se haviam perdido;
cada um de nós seguia o seu próprio caminho.
Mas o Senhor castigou o seu servo;
fez com que ele sofresse o castigo que nós merecíamos.”

7“Ele foi maltratado, mas aguentou tudo humildemente
e não disse uma só palavra.
Ficou calado como um cordeiro que vai ser morto,
como uma ovelha quando cortam a sua lã.
8Foi preso, condenado e levado para ser morto,
e ninguém se importou com o que ia acontecer com ele.
Ele foi expulso do mundo dos vivos,
foi morto por causa dos pecados do nosso povo.
9Foi sepultado ao lado de criminosos,
foi enterrado com os ricos,
embora nunca tivesse cometido crime nenhum,
nem tivesse dito uma só mentira.”



10O Senhor Deus diz:

“Eu quis maltratá-lo, quis fazê-lo sofrer.
Ele ofereceu a sua vida como sacrifício para tirar pecados
e por isso terá uma vida longa
e verá os seus descendentes.
Ele fará com que o meu plano dê certo.
11Depois de tanto sofrimento, ele será feliz;
por causa da sua dedicação,
ele ficará completamente satisfeito.

O meu servo não tem pecado,
mas ele sofrerá o castigo que muitos merecem,
e assim os pecados deles serão perdoados.
12Por isso, eu lhe darei um lugar de honra;
ele receberá a sua recompensa
junto com os grandes e os poderosos.
Pois ele deu a sua própria vida
e foi tratado como se fosse um criminoso.

Ele levou a culpa dos pecados de muitos
e orou pedindo que eles fossem perdoados.”



LIVRO DE ISAÍAS, CAPÍTULO 54

O amor de Deus por Jerusalém

1Jerusalém, você nunca teve filhos,
você nunca sentiu dores de parto,
mas agora cante e grite de alegria,
pois o Senhor diz:

“A mulher abandonada terá mais filhos
do que a que mora com o marido.”
2Aumente a sua barraca,
torne ainda maior o lugar onde você mora
e não faça economia nisso.
Encompride as cordas da barraca e pregue bem as estacas.
3Pois você vai estender as suas fronteiras para todos os lados;
o seu povo será novamente dono
das regiões que os seus inimigos conquistaram,
e cidades desertas ficarão cheias de gente.
4Não tenha medo, pois você não ficará envergonhada;
não se assuste, pois você não será humilhada.
Você esquecerá como foi humilhada quando era jovem,
não lembrará mais da desgraça da sua viuvez.
5Pois o seu Criador, o Senhor Todo-Poderoso, será seu marido;
o Santo Deus de Israel, o Deus do mundo inteiro, a salvará.
6Você estava aflita como uma mulher abandonada pelo marido,
mas o Senhor a está chamando de volta.”

O seu Deus diz:

“Será que alguém poderia mandar embora
a mulher com quem casou quando era jovem?
7Eu a abandonei, mas só por um momento,
e agora, com grande amor, eu a receberei de volta.
8Na minha ira e no meu furor,
eu me escondi de você por um momento;
mas com amor eterno eu terei compaixão de você.”

É isso o que diz o Senhor, o seu Salvador.



9O Senhor Deus diz:

“No tempo do dilúvio, eu jurei a Noé
que nunca mais as águas cobririam a terra;
assim eu juro agora que nunca mais ficarei irado com você,
que jamais a castigarei de novo.

10As montanhas podem desaparecer,
os montes podem se desfazer,
mas o meu amor por você não acabará nunca,
e a minha aliança de paz com você nunca será quebrada.”

É isso o que diz o Senhor, que tem amor por você.



A nova Jerusalém

11O Senhor Deus diz:

“Ó Jerusalém, aflita e castigada pela tempestade,
sem ninguém que a console!
Eu a reconstruirei com pedras preciosas,
e os seus alicerces serão de safiras.
12As suas torres serão de rubis,
os seus portões serão de berilo,
as suas muralhas, de pedras preciosas.
13Eu mesmo ensinarei todos os seus moradores,
e eles viverão em paz e segurança.
14Você será fundada sobre a justiça
e por isso viverá segura,
livre para sempre da violência e do terror.
15Se alguém a atacar, não será por minha ordem;
você derrotará todos os que lutarem contra você.”

16“Eu crio o ferreiro, que sopra as brasas
e fabrica armas de guerra.
Eu crio também o soldado,
que usa as armas para destruir e matar.
17Mas nenhuma arma poderá derrotar você,
e, se alguém for ao tribunal para acusá-la,
você não será condenada.
O que eu faço pelos meus servos é isto:
eu lhes dou a vitória.”

O Senhor falou.