Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)

sábado, 5 de abril de 2014

Isaías 55 a 58 (dia 187)

ISAÍAS 55

Deus oferece salvação a todos

1O Senhor Deus diz:
“Escutem, os que têm sede:
venham beber água!
Venham, os que não têm dinheiro:
comprem comida e comam!
Venham e comprem leite e vinho,
que tudo é de graça.

2Por que vocês gastam dinheiro com o que não é comida?
Por que gastam o seu salário com coisas que não matam a fome?
 

Se ouvirem e fizerem o que eu ordeno,
vocês comerão do melhor alimento, terão comidas gostosas.

3Escutem-me e venham a mim,
prestem atenção e terão vida nova.
Eu farei uma aliança eterna com vocês
e lhes darei as bênçãos que prometi a Davi.
 

4Eu fiz Davi chefe e líder dos povos,
e por meio dele viram o meu poder.
5E agora vocês darão ordens a povos estrangeiros,
povos que vocês não conheciam,
e eles virão correndo para obedecer-lhes.
 

Isso acontecerá porque eu, o Senhor, seu Deus,
o Santo Deus de Israel,
tenho dado poder e honra a vocês.”

6Procurem a ajuda de Deus
enquanto podem achá-lo;
orem ao Senhor
enquanto ele está perto.
 

7Que as pessoas perversas mudem a sua maneira de viver
e abandonem os seus maus pensamentos!
Voltem para o Senhor, nosso Deus,
pois ele tem compaixão e perdoa completamente.”

8O Senhor Deus diz:
“Os meus pensamentos não são como os seus pensamentos,
e eu não ajo como vocês.
9Assim como o céu está muito acima da terra,
assim os meus pensamentos e as minhas ações estão muito acima dos seus.

10A chuva e a neve caem do céu
e não voltam até que tenham regado a terra,
fazendo as plantas brotarem, crescerem
e produzirem sementes para serem plantadas
e darem alimento para as pessoas.


11Assim também é a minha palavra:
ela não volta para mim sem nada,
mas faz o que me agrada fazer
e realiza tudo o que eu prometo.


12“Vocês sairão alegres da Babilônia,
serão guiados em paz para a sua terra.
As montanhas e os morros cantarão de alegria;
todas as árvores baterão palmas.
 

13Onde agora só há espinheiros crescerão ciprestes,
murtas aparecerão onde agora só cresce o mato.
Isso será para vocês uma testemunha daquilo que eu fiz,
será um sinal eterno, que nunca desaparecerá.”

 


ISAÍAS 56

1O Senhor Deus diz ao seu povo:

“Sigam a justiça e façam o que é direito,
pois daqui a pouco eu vou livrá-los,
mostrando assim o meu poder salvador.
2Felizes são os que obedecem às leis a respeito do sábado!
Felizes os que não praticam o que é mau!” 

 


Promessas para os estrangeiros

3O estrangeiro que adora o Senhor
não deve dizer: “O Senhor vai me expulsar do seu povo.”
E um eunuco não deve pensar:
“Eu não posso ter filhos
e por isso não posso pertencer ao povo de Deus.”

4Pois o Senhor diz aos eunucos
[que obedecem às leis a respeito do sábado,
que fazem aquilo que Lhe agrada
e que são fiéis à Sua aliança:
 
5 Eu lhe] darei uma coisa melhor do que filhos e filhas.
Eu farei com que o seu nome seja escrito no meu Templo,
e ele fará parte do meu povo para sempre;
o seu nome nunca será esquecido.”

6E aos estrangeiros [que adorarem o Senhor,
que o amarem e o servirem fielmente,
que obedeceram às leis a respeito do sábado
e forem fiéis à minha aliança,]
o Senhor Deus diz:

“Eu os levarei ao meu monte santo,
e vocês ficarão felizes na minha casa de oração.
 
Eu aceitarei os sacrifícios e as ofertas
que vocês apresentarem no meu altar.
Pois a minha casa será chamada de
‘Casa de Oração’ para todos os povos.

8Vou trazer ainda outros para a terra de Israel
e juntá-los ao meu povo que eu já trouxe de volta.”

É isso o que diz o Senhor Deus,
que trouxe de volta para a terra de Israel
o seu povo que era prisioneiro em terras estrangeiras.



Deus condena as autoridades de Israel

9O Senhor Deus diz:

“Venham, animais selvagens,
venham e devorem o rebanho.
10Os guardas do meu povo são cegos;
eles não veem nada.
Todos são como cachorros mudos, que não podem latir;
estão sempre deitados, dormindo;
são uns preguiçosos que só gostam de dormir e sonhar.

11Esses cachorros são gulosos
e sempre querem mais comida.
Os pastores do meu rebanho não entendem nada;
todos seguem os seus próprios caminhos
e procuram os seus próprios interesses.

12Eles dizem uns aos outros:
‘Vamos procurar vinho e cerveja
e cair na bebedeira.
Amanhã, faremos a mesma coisa,
e ainda mais do que hoje!’”



ISAÍAS 57

1“As pessoas direitas morrem,
e ninguém se importa;
os bons desaparecem,
e ninguém percebe
[que os justos são levados embora
para serem poupados do mal].

2 Mas eles encontram a paz.
Os que vivem uma vida correta
descansam em paz na sepultura.”



Deus condena a idolatria

3O Senhor Deus diz:

“Venham cá para serem julgados,
seus filhos de uma feiticeira,
raça de adúlteros e prostitutas!
4De quem é que vocês estão zombando?
De quem é que caçoam com essas caretas?
Vocês são pecadores e mentirosos.”


5“Debaixo das árvores sagradas,
vocês se entregam à imoralidade
para adorar os deuses da fertilidade.
E nas fendas das rochas, perto dos ribeirões,
vocês oferecem os seus filhos em sacrifício aos deuses pagãos.

6Vocês pegam pedras lisas dos riachos,
para serem os deuses que vocês adoram,
e apresentam a elas ofertas de vinho e de cereais.
Vocês estão pensando que isso me agrada?

7Vocês vão para o alto das montanhas,
e ali praticam atos imorais,
e oferecem sacrifícios aos deuses pagãos.

8Vocês colocam os seus ídolos indecentes
atrás da porta das suas casas.
Esquecem de mim, tiram a roupa
e deitam-se na cama com os seus amantes,
a quem pagarem para dormir com vocês;
e então satisfazem os seus desejos impuros.”

9“Vocês pegaram azeite e muitos perfumes
e foram adorar o deus Moloque.
Enviaram mensageiros por toda parte
à procura de deuses para adorar,
e esses mensageiros foram até o mundo dos mortos.

10Vocês se cansaram de tanto viajar,
mas não ficaram desanimados.
As suas imagens nojentas lhes deram forças,
e por isso vocês não desistiram.”

11“Vocês têm tanto medo desses deuses!
Mas quem são eles
para que vocês me contem mentiras
e me esqueçam completamente?
Será que é porque eu fiquei calado tanto tempo,
que vocês não me temem?

12Eu vou mostrar a todos o que vocês fazem,
essas ações que vocês acham certas;
mas elas não adiantarão nada.

13Quando vocês gritarem pedindo ajuda,
os seus muitos deuses não os atenderão.
O vento levará esses deuses para longe,
um sopro os fará desaparecer.
Mas os que confiam em mim morarão na Terra Prometida;
o meu monte santo será deles.”



A compaixão de Deus

14O Senhor diz:

“Preparem o caminho, aplanem a estrada,
para que o meu povo possa voltar para mim.”
15Pois o Altíssimo, o Santo Deus,
o Deus que vive para sempre, diz:

“Eu moro num lugar alto e sagrado,
mas moro também com os humildes e os aflitos,
para dar esperança aos humildes
e aos aflitos, novas forças.

16Não continuarei repreendendo o meu povo
e não ficarei irado para sempre;
se não, morreriam os seres que eu criei,
aqueles a quem dei o sopro da vida.

17Por causa do pecado e da cobiça do meu povo,
eu fiquei irado com eles e os castiguei.
Na minha ira, eu me afastei deles,
mas mesmo assim eles continuaram teimosos
e seguiram o seu próprio caminho.”

18“Tenho visto como eles agem,
mas eu os curarei e os guiarei;
eu os consolarei.

Nos lábios dos que choram,
19colocarei palavras de louvor.
A todos ofereço a paz,
paz aos que estão perto e aos que estão longe;
eu os curarei.

20Porém os maus são como o mar agitado:
as suas ondas não se acalmam
e trazem lama e sujeira para a terra.
21Não há segurança para esses pecadores.”
O meu Deus falou.



ISAÍAS 58
O verdadeiro jejum

1O Senhor Deus diz:

“Grite com toda a força, sem parar!
Grite alto, como se você fosse trombeta!
Anuncie ao meu povo, os descendentes de Jacó,
os seus pecados e as suas maldades.

2De fato, eles me adoram todos os dias
e dizem que querem saber qual é a minha vontade,
como se fossem um povo que faz o que é direito
e que não desobedece às minhas leis.
Pedem que eu lhes dê leis justas
e estão sempre prontos para me adorar.”

3O povo pergunta a Deus:
“Que adianta jejuar, se tu nem notas?
Por que passar fome, se não te importas com isso?”

O Senhor responde:

“A verdade é que nos dias de jejum vocês cuidam dos seus negócios
e exploram os seus empregados.
4Vocês passam os dias de jejum discutindo e brigando
e chegam até a bater uns nos outros.
Será que vocês pensam que, quando jejuam assim,
eu vou ouvir as suas orações?
5O que é que eu quero que vocês façam nos dias de jejum?
 Será que desejo que passem fome,
que se curvem como um bambu,
que vistam roupa feita de pano grosseiro
e se deitem em cima de cinzas?
 É isso o que vocês chamam de jejum?
Acham que um dia de jejum assim me agrada?

6“Não! Não é esse o jejum que eu quero.
Eu quero que soltem aqueles que foram presos injustamente,
que tirem de cima deles o peso que os faz sofrer,
que ponham em liberdade os que estão sendo oprimidos,
que acabem com todo tipo de escravidão.

7O jejum que me agrada é que vocês repartam a sua comida com os famintos,
que recebam em casa os pobres que estão desabrigados,
que deem roupas aos que não têm
e que nunca deixem de socorrer os seus parentes.

8“Então a luz da minha salvação brilhará como o sol,
e logo vocês todos ficarão curados.
O seu Salvador os guiará,
e a presença do Senhor Deus os protegerá por todos os lados.

9Quando vocês gritarem pedindo socorro, eu os atenderei;
pedirão a minha ajuda, e eu direi: ‘Estou aqui!’

Se acabarem com todo tipo de exploração,
com todas as ameaças e xingamentos;
10se derem de comer aos famintos
e socorrerem os necessitados,
a luz da minha salvação brilhará,
e a escuridão em que vocês vivem ficará igual à luz do meio-dia.

11Eu, o Senhor, sempre os guiarei;
até mesmo no deserto, eu lhes darei de comer
e farei com que fiquem sãos e fortes.
Vocês serão como um jardim bem regado,
como uma fonte de onde não para de correr água.

12Em cima dos alicerces antigos,
vocês reconstruirão cidades que tinham sido arrasadas.
Vocês serão conhecidos como o povo que levantou muralhas de novo,
que construiu novamente casas que tinham caído.”



O sábado deve ser respeitado
[pelos descendentes de Jacó]

13O Senhor Deus diz:

“Obedeçam às leis a respeito do sábado;
não cuidem dos seus próprios negócios no dia que para mim é sagrado.
Considerem o sábado como um dia de festa,
o dia santo do Senhor, que deve ser respeitado.
Guardem o sábado, descansando em vez de trabalhar;
não cuidem dos seus negócios,
nem fiquem conversando à toa.
14Se me obedecerem, eu serei uma fonte de alegria para vocês
e farei com que vençam todas as dificuldades;
e vocês serão felizes na terra que eu dei ao seu antepassado Jacó.
Eu, o Senhor, falei.”
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário