Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)

sábado, 7 de julho de 2012

1º Crônicas 1 a 2 (dia 85) + 2º Reis 24 a 25

2º Reis 24

1 Durante o reinado de Jeoaquim, o rei Nabucodonosor, da Babilônia, invadiu Judá, e durante três anos Jeoaquim foi dominado por ele, mas depois se revoltou.
2 Para destruir Judá, o Senhor Deus fez conforme tinha dito pelos seus servos, os profetas, isto é, ele mandou contra Jeoaquim bandos armados de babilônios, sírios, moabitas e amonitas. 3 Isso aconteceu com Judá por ordem do Senhor para expulsar o povo de Judá da sua presença, por causa de todos os pecados que o rei Manassés havia cometido

4 e principalmente por causa de todas as pessoas inocentes que ele havia matado. O Senhor não quis perdoar Manassés por esse pecado.
5 Tudo o que Jeoaquim fez está escrito na História dos Reis de Judá.

6 Jeoaquim morreu, e o seu filho Joaquim ficou no lugar dele como rei.

7 O rei do Egito nunca mais saiu da sua terra com o seu exército, pois o rei da Babilônia havia conquistado todas as terras que tinham sido do Egito, desde o rio Eufrates até a fronteira norte do Egito.



O rei Joaquim, de Judá, é levado para a Babilônia

2º Crônicas 36:9-10; Jeremias 27:19-20


8 Joaquim tinha dezoito anos de idade quando se tornou rei de Judá. Ele governou três meses em Jerusalém. A mãe dele se chamava Neústa e era filha de Elnatã, de Jerusalém.

9 Seguindo o exemplo do seu pai, Joaquim fez coisas erradas, que não agradam a Deus, o Senhor.
10 Foi durante o reinado de Joaquim que o exército da Babilônia, comandado pelos oficiais do rei Nabucodonosor, marchou contra Jerusalém e cercou a cidade. 11 Enquanto a cidade estava cercada, o próprio rei Nabucodonosor foi até lá, 12 e o rei Joaquim, a sua mãe, os seus filhos, os seus oficiais e os funcionários do palácio se entregaram aos babilônios. No oitavo ano do reinado de Nabucodonosor, ele levou Joaquim como prisioneiro. 13 Também levou para a Babilônia todos os tesouros do Templo e do palácio. Conforme o Senhor tinha dito, Nabucodonosor quebrou todos os objetos de ouro que o rei Salomão tinha feito para serem usados no Templo.

14 Nabucodonosor levou como prisioneiros toda a gente de Jerusalém, todos os príncipes e todos os cidadãos mais importantes, dez mil pessoas ao todo. Levou também todos os artesãos, incluindo os ferreiros. Ficaram em Judá somente as pessoas mais pobres.
15 Nabucodonosor levou Joaquim para a Babilônia como prisioneiro, junto com a mãe dele, as suas esposas, os seus oficiais e as pessoas mais importantes de Judá.

16 Nabucodonosor mandou todos os homens importantes para a Babilônia, sete mil ao todo, e mil artesãos, incluindo os ferreiros, todos eles treinados para lutar na guerra.

17 Nabucodonosor colocou Matanias, o tio de Joaquim, como rei de Judá e mudou o nome dele para Zedequias.



O reinado de Zedequias, de Judá
 
2º Crônicas 36:11-12; Jeremias 52:1-3

18 Zedequias tinha vinte e um anos de idade quando se tornou rei de Judá. Ele governou onze anos em Jerusalém. A mãe dele se chamava Hamutal e era filha de Jeremias, da cidade de Libna. 19 O rei Zedequias fez coisas erradas, que não agradam a Deus, o Senhor, como o rei Joaquim havia feito. 20 O Senhor ficou tão irado contra o povo de Jerusalém e de Judá, que os afastou da sua presença.


2º Reis 25

Os babilônios conquistam Jerusalém

2º Crônicas 36:13-21; Jeremias 39:1-10; 52:4-11


1 Zedequias se revoltou contra o rei Nabucodonosor, da Babilônia. Então Nabucodonosor veio com todo o seu exército e atacou a cidade de Jerusalém no dia dez do décimo mês do ano nove do reinado de Zedequias. Eles acamparam fora da cidade e construíram rampas de ataque ao redor dela. 2 Ficaram cercando a cidade até o ano onze do reinado de Zedequias. 3 No dia nove do quarto mês do mesmo ano, quando a cidade estava apertada pela fome, e não havia comida para o povo, 4 os babilônios conseguiram abrir uma brecha na muralha da cidade. Embora eles estivessem em volta da cidade, todos os soldados israelitas fugiram durante a noite. Eles saíram pelo caminho do jardim do rei, foram pelo portão que ligava as duas muralhas e fugiram na direção do vale do Jordão. 5 Mas o exército dos babilônios perseguiu o rei Zedequias, alcançou-o na planície de Jericó, e todos os seus soldados o abandonaram. 6 Zedequias foi preso e levado para o rei da Babilônia, que estava na cidade de Ribla. Ali Nabucodonosor pronunciou a sua sentença contra Zedequias.

7 Mataram os seus filhos na frente dele. Então Nabucodonosor mandou furar os olhos de Zedequias e prendê-lo com correntes de bronze; depois o levaram para a Babilônia.



A destruição do Templo

2º Crônicas 36:17-21; Jeremias 52:12-23


8 No dia sete do quinto mês do ano dezenove do reinado de Nabucodonosor, da Babilônia, Nebuzaradã, conselheiro do rei e comandante-geral do seu exército, entrou em Jerusalém. 9 Ele incendiou o Templo, o palácio do rei e as casas de todas as pessoas importantes de Jerusalém, 10 e os seus soldados derrubaram as muralhas da cidade. 11 Então Nebuzaradã levou para a Babilônia as pessoas que haviam sido deixadas na cidade, o resto dos operários especializados e aqueles que haviam passado para o lado dos babilônios.

12 Mas deixou em Judá algumas das pessoas mais pobres e as pôs para trabalhar nas plantações de uvas e nos campos.
13 Os babilônios quebraram as colunas de bronze e as carretas que estavam no Templo e também o grande tanque de bronze. Então levaram todo o bronze para a Babilônia. 14 Também levaram embora as pás e as vasilhas usadas para carregar as cinzas do altar. Levaram ainda as tesouras de cortar pavios de lamparinas, as vasilhas de queimar incenso e todos os outros objetos de bronze usados no serviço do Templo. 15 Nebuzaradã levou embora tudo o que era feito de ouro ou de prata, incluindo as vasilhas pequenas e os pratos de carregar brasas. 16 Não foi possível calcular o peso dos objetos de bronze que o rei Salomão havia feito para o Templo, isto é, as duas colunas, as carretas e o grande tanque, pois eram pesados demais.

17 As duas colunas eram iguais, e cada uma tinha oito metros de altura, com um remate de bronze no alto, que media um metro e trinta de altura. Em toda a volta do remate havia um enfeite rendilhado e com romãs de bronze.



O povo de Judá é levado para a Babilônia

Jeremias 52:24-30


18 Nebuzaradã, o comandante-geral do exército babilônio, também levou como prisioneiros Seraías, o Grande Sacerdote, e Sofonias, o segundo sacerdote, e os três outros oficiais de importância do Templo. 19 Da cidade ele levou o oficial que tinha sido o comandante das tropas, cinco conselheiros do rei que ainda estavam lá, o oficial encarregado de alistar homens para o exército e mais sessenta homens importantes. 20 Nebuzaradã os levou ao rei da Babilônia, que estava na cidade de Ribla,

21 na terra de Hamate. Ali o rei mandou surrá-los e depois matá-los.
Assim o povo de Judá foi levado como prisioneiro para fora da sua terra.



Gedalias, governador de Judá

Jeremias 40:7-10,13 — 41:18


22 O rei Nabucodonosor, da Babilônia, colocou Gedalias, filho de Aicã e neto de Safã, como governador de Judá e o encarregou de todos aqueles que não haviam sido levados para a Babilônia. 23 Os oficiais e os soldados israelitas que não se haviam entregado souberam disso e foram se encontrar com Gedalias em Mispa. Esses oficiais eram: Ismael, filho de Netanias; Joanã, filho de Careá; Seraías, filho de Tanumete, da cidade de Netofa; e Jazanias, de Maacá.

24 Gedalias disse a eles:
— Eu dou a minha palavra que vocês não precisam ter medo dos oficiais babilônios. Fiquem morando nesta terra, trabalhem para o rei da Babilônia, e tudo correrá bem para vocês.
25 Porém, no sétimo mês daquele ano, Ismael, filho de Netanias e neto de Elisama, que era da família do rei, foi até Mispa com dez homens, atacou Gedalias e o matou. Também matou os israelitas e babilônios que estavam ali com ele.

26 Então todos os israelitas, tanto os mais importantes como os mais humildes, junto com os oficiais do exército, saíram e foram para o Egito, pois estavam com medo dos babilônios.



Joaquim é libertado da prisão

Jeremias 52:31-34


27 No ano em que Evil-Merodaque se tornou rei da Babilônia, ele foi bondoso com o rei Joaquim, de Judá, e o libertou da prisão. Isso aconteceu trinta e sete anos, onze meses e vinte e sete dias depois que Joaquim havia sido levado como prisioneiro. 28 Evil-Merodaque tratou Joaquim com bondade e lhe deu uma posição mais alta do que a dos outros reis que eram prisioneiros com ele na Babilônia. 29 E assim deixaram que Joaquim tirasse as suas roupas de prisioneiro e vestisse as suas próprias roupas e comesse junto com o rei pelo resto da sua vida. 30 E todos os dias, enquanto viveu, recebeu do rei uma pensão para o seu sustento.



1º Crônicas 1

Os descendentes de Adão

Gênesis 5:1-32


1 Adão foi pai de Sete, Sete foi pai de Enos, Enos foi pai de Cainã, 2 Cainã foi pai de Maalalel, Maalalel foi pai de Jarede. 3 Jarede foi pai de Enoque, Enoque foi pai de Matusalém, Matusalém foi pai de Lameque,

4 e Lameque foi pai de Noé. Noé foi pai de três filhos: Sem, Cam e Jafé.



Os descendentes dos filhos de Noé

Gênesis 10:1-32


5 Os filhos de Jafé foram: Gomer, Magogue, Madai, Javã, Tubal, Meseque e Tirás. Eles foram os antepassados dos povos que trazem os seus nomes. 6 Os descendentes de Gomer foram os povos de Asquenaz, de Rifate e de Togarma.

7 Os descendentes de Javã foram os povos de Elisá, da Espanha, de Chipre e de Rodes.
8 Os filhos de Cam foram os antepassados dos povos que trazem os seus nomes, isto é, dos povos de Cuche, Egito, Líbia e Canaã. 9 Os descendentes de Cuche foram os povos de Sebá, Havilá, Sabtá, Raamá e Sabteca. Os descendentes de Raamá foram os povos de Sabá e Dedã. 10 (Cuche foi pai de um filho chamado Ninrode, que se tornou o primeiro grande conquistador do mundo.) 11 Os descendentes de Egito foram os povos de Lídia, Anam, Leabe, Naftu, 12 Patrus, Caslu e Creta (de quem os filisteus são descendentes). 13 Os filhos de Canaã foram: Sidom, o mais velho, e Hete. Eles foram os antepassados dos povos que trazem os seus nomes. 14 Canaã também foi o antepassado dos jebuseus, dos amorreus, dos girgaseus, 15 dos heveus, dos arquitas, dos sineus,

16 dos arvaditas, dos zemareus e dos hamateus.
17 Os filhos de Sem foram Elão, Assur, Arpaxade, Lude, Arã, Uz, Hul, Geter e Meseque. Eles foram os antepassados dos povos que trazem os seus nomes. 18 Arpaxade foi pai de Selá, e Selá foi pai de Éber. 19 Éber foi pai de dois filhos: um se chamava Pelegue porque no seu tempo os povos do mundo foram divididos; o nome do seu irmão era Joctã. 20 Os descendentes de Joctã foram os povos de Almodá, Selefe, Hazar-Mavé, Jera, 21 Adonirão, Uzal, Dicla, 22 Obal, Abimael, Sabá,

23 Ofir, Havilá e Jobabe.



Os descendentes de Sem

Gênesis 11.10-26

24 A linha de famílias de Sem a Abrão foi a seguinte: Sem, Arpaxade, Selá, 25 Éber, Pelegue, Reú, 26 Serugue, Naor, Tera

27 e Abrão, também conhecido como Abraão.



Os descendentes de Ismael

Gênesis 25:12-18


28 Abraão foi pai de dois filhos, que se chamaram Isaque e Ismael. 29 Os filhos de Ismael foram os chefes de doze tribos: Nebaiote, o seu filho mais velho, Quedar, Adbeel, Mibsão, 30 Misma, Dumá, Massá, Hadade, Temá, 31 Jetur, Nafis e Quedemá. 32 Abraão teve uma concubina chamada Quetura, e ela lhe deu seis filhos. Os nomes deles foram: Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Isbaque e Sua. Jocsã foi pai de dois filhos: Sabá e Dedã.

33 Midiã foi pai de cinco filhos: Efa, Éfer, Enoque, Abida e Elda.



Os descendentes de Esaú

Gênesis 36:1-19


34 Isaque, filho de Abraão, foi pai de dois filhos: Esaú e Jacó. 35 Os filhos de Esaú foram: Elifaz, Reuel, Jeús, Jalã e Corá. 36 Elifaz foi o antepassado das seguintes tribos: Temã, Omar, Zefo, Gaetã, Quenaz, Timna e Amaleque.

37 Reuel foi o antepassado das tribos de Naate, Zera, Sama e Miza.



Os primeiros moradores de Edom

Gênesis 36:20-30


38-42 Os primeiros moradores de Edom eram descendentes dos seguintes filhos de Seir:
Lotã, que foi o antepassado dos grupos de famílias de Hori e Homã. (Lotã tinha uma irmã chamada Timna.)
Sobal, que foi o antepassado dos grupos de famílias de Alvã, Manaate, Ebal, Sefô e Onã.
Zibeão, que foi pai de dois filhos: Aías e Aná. Aná foi pai de Disom, e Disom foi o antepassado dos grupos de famílias de Hanrão, Esbã, Itrã e Querã.
Eser, que foi o antepassado dos grupos de famílias de Bilã, Zaavã e Jaacã.
Disã, que foi o antepassado dos grupos de famílias de Uz e Arã.



Os reis de Edom

Gênesis 36:31-43


43-50 Os seguintes reis governaram a terra de Edom, um depois do outro, no tempo em que Israel ainda não tinha rei.
Belá, filho de Beor, da cidade de Dinaba.
Jobabe, filho de Zera, da cidade de Bosra.
Husã, da região de Temã.
Hadade, filho de Bedade, da cidade de Avite. Ele derrotou os midianitas numa batalha na terra de Moabe.
Samlá, da cidade de Masreca.
Saul, da cidade de Reobote-do-Rio-Eufrates.
Baal-Hanã, filho de Acbor.
Hadade, da cidade de Paú (o nome da mulher dele era Meetabel, filha de Matrede e neta de Me-Zaabe).
51 O povo de Edom estava dividido nas seguintes tribos: Timna, Alva, Jetete, 52 Oolibama, Elá, Pinom, 53 Quenaz, Temã, Mibsar, 54 Magdiel e Irão.



1º Crônicas 2

Os descendentes de Judá


1 Jacó foi pai de doze filhos: Rúben, Simeão, Levi, Judá, Issacar, Zebulom,

2 Dã, José, Benjamim, Naftali, Gade e Aser.
3 Judá foi pai de cinco filhos ao todo. A sua mulher cananeia, que se chamava Bate-Sua, lhe deu três filhos: Er, Onã e Selá. Er, o filho mais velho, era tão mau, que o Senhor Deus o matou.

4 Tamar, a nora de Judá, lhe deu mais dois filhos: Peres e Zera.
5 Peres foi pai de dois filhos: Hezrom e Hamul. 6 Zera foi pai de cinco filhos: Zinri, Etã, Hemã, Calcol e Dara.

7 Acar, filho de Carmi, um dos descendentes de Zera, trouxe desgraça para o povo de Israel, por ter ficado com coisas conquistadas na guerra, as quais haviam sido dedicadas a Deus.

8 Etã foi pai de um filho chamado Azarias.



Os antepassados do rei Davi

9 Hezrom foi pai de três filhos: Jerameel, Rão e Calebe.
10 Rão foi pai de Aminadabe, e Aminadabe foi pai de Nasom, um dos chefes da tribo de Judá; 11 Nasom foi pai de Salma, e Salma foi pai de Boaz; 12 Boaz foi pai de Obede, e Obede foi pai de Jessé. 13 Jessé foi pai de sete filhos, que foram os seguintes, por ordem de idade: Eliabe, Abinadabe, Simeia, 14 Netanel, Radai, 15 Ozém e Davi. 16 Jessé também foi pai de duas filhas: Zeruia e Abigail. Zeruia teve três filhos: Abisai, Joabe e Asael.

17 Abigail casou com Jéter, que era descendente de Ismael, e eles tiveram um filho chamado Amasa.



Os descendentes de Hezrom

18 Calebe, filho de Hezrom, casou com Azuba, e eles tiveram uma filha chamada Jeriote. Ela teve três filhos: Jeser, Sobabe e Ardom. 19 Depois da morte de Azuba, Calebe casou com Efrata, e eles tiveram um filho chamado Hur.

20 Hur foi pai de um filho chamado Uri e teve um neto chamado Bezalel.
21 Quando Hezrom tinha sessenta anos de idade, casou com a filha de Maquir, a irmã de Gileade. Eles tiveram um filho chamado Segube, 22 e Segube foi pai de um filho chamado Jair. Jair governou vinte e três cidades na região de Gileade. 23 Mas os reinos de Gesur e Arã conquistaram sessenta cidades dali, incluindo as aldeias de Jair e a cidade de Quenate e os seus povoados. Todas as pessoas que moravam ali eram descendentes de Maquir, o pai de Gileade.

24 Depois que Hezrom morreu, o seu filho Calebe casou com Efrata, a viúva do seu pai. Eles tiveram um filho chamado Azur, que fundou a cidade de Tecoa.



Os descendentes de Jerameel

25 Jerameel, o filho mais velho de Hezrom, foi pai de cinco filhos: Rão, o mais velho, Buna, Orém, Ozém e Aías. 26-27 Rão foi pai de três filhos: Maaz, Jamim e Équer. Jerameel teve outra esposa, uma mulher chamada Atara, e eles tiveram um filho chamado Onã. 28 Onã foi pai de dois filhos: Samai e Jada, e Samai também foi pai de dois filhos, que se chamavam Nadabe e Abisur. 29 Abisur casou com uma mulher chamada Abiail, e eles tiveram dois filhos, que se chamavam Abã e Molide. 30 Nadabe foi pai de dois filhos, que se chamavam Selede e Apaim. Selede morreu sem ter tido filhos,

31 e Apaim foi pai de Isi, Isi foi pai de Sesã, e Sesã foi pai de Alai.
32 Jada, o irmão de Samai, foi pai de dois filhos, que se chamavam Jéter e Jônatas. Jéter morreu sem ter tido filhos,

33 e Jônatas foi pai de dois filhos: Pelete e Zaza. Todos esses foram descendentes de Jerameel.
34 Sesã não teve filhos; só filhas. Ele tinha um escravo egípcio que se chamava Jara. 35 Sesã deu uma das suas filhas em casamento a Jara. Eles tiveram um filho, que se chamava Atai. 36 Atai foi pai de Natã, e Natã foi pai de Zabade. 37 Zabade foi pai de Eflal, e Eflal foi pai de Obede. 38 Obede foi pai de Jeú, e Jeú foi pai de Azarias. 39 Azarias foi pai de Heles, e Heles foi pai de Eleasa. 40 Eleasa foi pai de Sisamai, e Sisamai foi pai de Salum.

41 Salum foi pai de Jecamias, e Jecamias foi pai de Elisama.



Outros descendentes de Calebe

42 O filho mais velho de Calebe, irmão de Jerameel, se chamava Messa. Messa foi pai de Zife, Zife foi pai de Maressa, e Maressa foi pai de Hebrom. 43 Hebrom foi pai de quatro filhos: Corá, Tapua, Requém e Sema. 44 Sema foi pai de Raão e avô de Jorqueão. Requém foi pai de Samai,

45 Samai foi pai de Maom, e Maom foi pai de Bete-Zur.

46 Calebe tinha uma concubina chamada Efa, e ela lhe deu mais três filhos: Harã, Mosa e Gazez. Harã também foi pai de um filho chamado Gazez.

47 (Um homem chamado Jadai foi pai de seis filhos: Regém, Jotão, Gesã, Pelete, Efa e Saafe.)
48 Calebe tinha outra concubina, chamada Maacá, que lhe deu dois filhos: Seber e Tiraná.

49 Mais tarde ela teve mais dois filhos: Saafe e Seva. Saafe fundou a cidade de Madmana, e Seva fundou as cidades de Macbena e Gibeá.
Calebe também foi pai de uma filha chamada Acsa.
50 As seguintes pessoas também foram descendentes de Calebe: Hur foi o filho mais velho de Calebe com a sua mulher Efrata. Sobal, filho de Hur, fundou a cidade de Quiriate-Jearim.

51 Salma, o seu segundo filho, fundou a cidade de Belém, e Harefe, o terceiro, fundou Bete-Gader.
52 Sobal, que fundou Quiriate-Jearim, foi o antepassado do povo de Haroé e de metade dos moradores de Menuote.

53 Foi também o antepassado dos seguintes grupos de famílias que moravam em Quiriate-Jearim: os itritas, os puítas, os sumateus e os misraeus. Os povos das cidades de Zora e Estaol pertenciam a esses grupos de famílias.

54 Salma, o fundador de Belém, foi o antepassado do povo de Netofa, de Atarote-Bete-Joabe e dos zoreus, que eram um dos dois grupos de famílias de Manaate.
55 (Os grupos de famílias dos escrivães que moravam em Jabes foram os tiratitas, os simeatitas e os sucatitas. Eles eram queneus que haviam casado com os recabitas.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário