Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Isaías 27 a 30 (dia 180)

Isaías 27

1 Naquele dia, o Senhor pegará a espada,
a sua espada enorme, forte e pesada,
e ferirá o monstro Leviatã,
a serpente que se torce e se enrola;
o Senhor matará o monstro que vive no mar.

2 Naquele dia, o Senhor dirá:
“Cantem louvores à minha bela plantação de uvas!

3 Eu cuido dela e sempre a rego;
eu a vigio de dia e de noite
para que ninguém a estrague.

4 Não estou mais irado com ela;
se os espinheiros e o mato a ameaçarem,
eu os atacarei e destruirei com fogo.

5 Se os inimigos do meu povo querem a minha proteção,
então que façam as pazes comigo,
sim, que façam as pazes comigo.”

6 Chegará o dia em que o povo de Israel,
como uma árvore viçosa,
criará raízes, brotará, e florescerá,
e dará frutas que encherão o mundo inteiro.

7 O Senhor não castigou os israelitas tão duramente
como castigou os inimigos deles;
os israelitas que Deus matou foram poucos,
mas os assassinos deles que ele matou foram muitos.

8 Ele castigou o seu povo,
enviando-os como prisioneiros para outro país.
Ele os expulsou com o seu sopro forte,
tão forte como o vento leste.

9 Mas os pecados do povo serão perdoados,
e a sua culpa será tirada.
Isso acontecerá quando o povo destruir os altares pagãos
e fizer as suas pedras virarem pó,
como se fossem pedras de cal,
e quando destruir todos os postes da deusa Aserá e os altares de incenso.

10 A cidade protegida por muralhas está vazia;
ninguém mais mora ali,
e ela parece um deserto.
Virou pasto para o gado,
onde os animais pastam e descansam.

11 Os galhos das árvores estão secos e quebrados;
as mulheres os apanham para fazer fogo.
Esse povo não entende nada,
e por isso Deus, o seu Criador,
não terá dó nem piedade deles.

12 Naquele dia, o Senhor Deus vai tirar o seu povo do meio de todos os outros povos, desde o rio Eufrates até a fronteira do Egito. Como o trigo é malhado e os grãos são separados da palha, assim os israelitas serão todos separados e ajuntados um por um.
13 Naquele dia, uma grande trombeta será tocada, e os israelitas que estavam perdidos na Assíria e os que tinham sido levados como prisioneiros para o Egito voltarão para a sua terra e adorarão a Deus, o Senhor, no monte sagrado de Jerusalém.



Isaías 28

Mensagem para Israel, o Reino do Norte

1 Ai de Samaria,
orgulho e coroa dos bêbados de Israel!
Ai dessa bela cidade que fica acima de terras boas!
Os seus moradores estão embriagados,
e a beleza da cidade desaparece como uma flor que murcha.

2 O Senhor vai enviar um homem forte e valente;
ele virá como uma chuva de pedra,
como uma tempestade destruidora,
como violentas trombas-d’água.
Ele arrasará tudo!

3 Samaria, orgulho e coroa dos bêbados de Israel,
será pisada.

4 A bela cidade que fica acima de terras boas,
cuja beleza desaparece como uma flor que murcha,
será como o primeiro figo maduro do verão:
logo que amadurece, alguém o apanha e come.

5 Naquele dia, o Senhor Todo-Poderoso será como uma bela coroa de flores
para a gente do seu povo que ficar com vida.

6 Aos juízes ele dará o desejo de fazer justiça;
e aos que defendem a cidade contra o inimigo
ele dará coragem.



Mensagem para Judá, o Reino do Sul

7 Mas há outros que também andam tontos por terem bebido muito vinho,
que não podem ficar de pé por causa das bebidas:
são os sacerdotes e os profetas, que vivem embriagados e tontos.
Os profetas, quando recebem visões de Deus, estão bêbados,
e os sacerdotes também, quando julgam os casos no tribunal.

8 As suas mesas estão cobertas de vômito,
não há um só lugar que esteja limpo.

9 Eles falam mal de mim e perguntam:
“A quem é que esse profeta está querendo ensinar?
Será que ele pensa que vai explicar a mensagem para nós?
Será que somos bebês desmamados há pouco tempo?

10 Ele está pensando que nós somos crianças
e quer nos ensinar o beabá.”

11 Se vocês não quiserem ouvir o que eu digo,
então o Senhor falará com vocês
por meio de estrangeiros, que falam uma língua estranha.

12 Há tempo, eu disse a vocês:
“Deus lhes dará descanso;
ele lhes dará segurança.
Aqui vocês estarão seguros.”
Mas vocês não quiseram ouvir.

13 Por isso, o Senhor vai ensinar-lhes o beabá,
como se vocês fossem crianças.
Então vocês tentarão andar, mas cairão de costas;
serão feridos, cairão em armadilhas e serão presos.



Cuidado com a falsa segurança!

14 Autoridades de Jerusalém,
homens orgulhosos que governam esse povo,
escutem a mensagem de Deus, o Senhor!

15 Vocês dizem:
“Fizemos um acordo com a morte,
já combinamos tudo com o mundo dos mortos.
Portanto, quando vier a terrível desgraça,
nós não sofreremos nada.”
Mas vocês estão confiando em mentiras
e pensam que a desonestidade os protegerá.

16 Por isso, o Senhor Deus diz:
“Estou colocando em Sião uma pedra,
uma pedra preciosa que eu escolhi,
para ser a pedra principal do alicerce.
Nela está escrito isto:
‘Quem tem fé não tem medo.’

17 Como prumo, usarei a justiça,
e a honestidade será a minha medida.”
Os abrigos em que vocês confiam não são seguros;
eles serão destruídos por chuvas de pedra,
serão arrasados por trombas-d’água.

18 O acordo que vocês fizeram com a morte será anulado,
o que vocês combinaram com o mundo dos mortos será desfeito.
E, quando chegar a terrível desgraça,
ela os arrastará como se fosse uma enchente.

19 Todas as vezes que chegar, ela os arrastará;
chegará todos os dias, de manhã e de noite.
Cada mensagem de Deus trará um novo pavor.

20 Vocês serão como o homem de que fala aquele provérbio:
“A cama é tão curta, que ele não pode se deitar,
o cobertor é tão estreito, que não dá para ele se cobrir.”

21 Pois o Senhor vai se levantar,
como se levantou no monte Perazim;
ele vai ficar irado,
como ficou no vale de Gibeão.
Ele vai realizar o seu plano misterioso;
vai fazer o seu trabalho estranho.

22 Portanto, parem de zombar;
se não, as correntes que os prendem serão apertadas ainda mais.
Pois ouvi o Senhor, o Deus Todo-Poderoso,
ordenar a destruição do país inteiro.



A sabedoria de Deus

23 Escutem o que vou dizer! Deem atenção à minha mensagem! 24 Um homem que está preparando o terreno para semear trigo não gasta todo o seu tempo arando a terra, cavando e remexendo nela. 25 Depois de ter aplanado a terra, ele semeia o endro e o cominho e planta o trigo, a cevada e outros cereais nos lugares certos. 26 Ele faz tudo direito porque Deus o ensinou. 27 E no tempo da colheita ele não usa um instrumento pesado para debulhar os grãos de endro e de cominho; pelo contrário, ele usa varas pequenas e leves. 28 Quando malha o trigo, ele não continua malhando até quebrar os grãos. Ele sabe passar a carreta por cima das espigas sem esmagar os grãos. 29 Esse conhecimento também vem do Senhor Todo-Poderoso. Os seus planos são maravilhosos, e ele é sábio em tudo o que faz.



Isaías 29

Mensagem contra Jerusalém

1 Ai de Jerusalém, o altar de Deus,
a cidade onde o rei Davi armou o seu acampamento!
Deixem passar alguns anos
com as suas festas religiosas,

2 e então Deus castigará a cidade que se chama “O Altar de Deus”.
Os seus moradores chorarão e se lamentarão;
a cidade ficará parecendo um altar coberto de sangue.

3 Deus enviará um exército para atacar a cidade;
os soldados inimigos a cercarão
e levantarão rampas de ataque contra as muralhas.

4 A cidade será arrasada,
e os seus moradores ficarão caídos no chão;
falarão como se fossem espíritos,
cochichando e murmurando como fantasmas.

5-6 Mas, de repente, num instante,
o Senhor Todo-Poderoso atacará os inimigos,
aquela multidão de estrangeiros.
Com trovões, terremotos e estrondos,
com ventanias, tempestades e fogo devorador,
ele fará os inimigos virarem um pó fino;
eles serão como a palha que o vento carrega.

7 Aí todos os inimigos que estiverem atacando “O Altar de Deus”,
todos os exércitos que estiverem cercando a cidade com rampas de ataque
desaparecerão como se fossem um sonho ou uma visão.

8 Todas as nações que atacarem o monte Sião
serão como um homem faminto que sonha que está comendo
e acorda ainda com fome;
serão como uma pessoa sedenta que sonha que está bebendo água
e acorda ainda com sede.



Aviso para os moradores de Jerusalém

9 Continuem sendo tolos, se quiserem!
Continuem cegos, se preferirem!
E, sem terem tomado vinho ou cerveja,
fiquem bêbados e andem por aí tontos.

10 Pois o Senhor Deus fez com que vocês caíssem num sono profundo;
ele cobriu as cabeças de vocês e fechou os seus olhos.
As cabeças e os olhos são os profetas,
que não veem as visões que Deus envia.
11 Agora, para vocês, todas as visões são como se fossem uma mensagem escrita num livro fechado e lacrado. Se levarem o livro para alguém que sabe ler e pedirem que leia a mensagem, a pessoa dirá: “Não posso; o livro está lacrado.”

12 E, se pedirem a alguém que não sabe ler, a pessoa dirá: “Não sei ler.”

13 O Senhor diz:
“Esse povo ora a mim com a boca
e me louva com os lábios,
mas o seu coração está longe de mim.
A religião que eles praticam
não passa de doutrinas e ensinamentos humanos
que eles só sabem repetir de cor.

14 Por isso, mais uma vez vou deixar esse povo espantado
com as coisas estranhas e terríveis que farei no meio dele.
Com toda a sua sabedoria, os seus sábios não poderão explicá-las,
e o conhecimento dos que são instruídos não adiantará nada.”

15 Ai dos que escondem os seus planos do Senhor,
que fazem as suas maldades na escuridão e dizem:
“Ninguém nos pode ver! Ninguém sabe o que estamos fazendo!”

16 Vocês invertem as coisas,
como se o barro valesse mais do que o oleiro!
O pote não vai dizer ao homem que o fez:
“Você não me fez.”
Uma vasilha não dirá ao oleiro:
“Você não sabe o que está fazendo.”



Promessa de salvação

17 Daqui a pouco, as matas virgens vão virar jardins,
e os jardins voltarão a ser mato.

18 Naquele dia, os surdos ouvirão a mensagem que será lida no livro fechado e lacrado,
e os cegos ficarão livres da escuridão e poderão ver.

19 O Senhor dará alegria aos necessitados,
o Santo Deus de Israel fará com que os pobres fiquem alegres.

20 Pois Deus acabará com os que exploram o seu povo;
os que zombam de Deus serão destruídos,
e os que fazem planos para prejudicar os outros desaparecerão.

21 Deus acabará com os que acusam os outros falsamente;
acabará com os que procuram enganar os juízes
e com os que, por meio de mentiras, conseguem que os inocentes sejam condenados.

22 Portanto, o Senhor, que livrou Abraão de perigos, diz o seguinte a respeito do povo de Israel:
“O meu povo não ficará desiludido outra vez,
eles nunca mais sentirão vergonha.

23 Pois, quando virem o que vou fazer no meio deles,
confessarão que o meu nome é santo,
reconhecerão que eu sou o Santo Deus de Israel
e me temerão.

24 Então os que perderam o juízo se tornarão sábios,
e os que se revoltaram contra mim
aceitarão os meus ensinamentos.”



Isaías 30

Mensagem contra o acordo com o Egito

1 O Senhor Deus diz:

“Ai dos meus filhos que se revoltam contra mim,
que fazem planos sem me consultarem
e assinam acordos sem a minha aprovação!
Assim amontoam pecado em cima de pecado.

2 Pois, sem me pedirem licença,
as autoridades de Judá foram ao Egito
pedir socorro ao seu rei,
pois confiavam no seu poder para proteger Judá.

3 Mas em vez de socorro virá a desilusão,
e em vez de proteção haverá humilhação.

4 Os embaixadores de Judá já chegaram ao Egito,
às cidades de Zoã e de Hanes.

5 Mas eles só sentirão vergonha,
pois os egípcios não os ajudarão em nada;
pelo contrário, serão motivo de vergonha e humilhação.”

6 Esta é a mensagem de Deus a respeito das feras da região Sul.
“Os embaixadores atravessam uma região perigosa e difícil,
onde há leões, cobras e dragões voadores.
Nas costas dos seus jumentos e dos seus camelos,
vão os presentes e as riquezas
que eles levam para um povo que não pode socorrê-los;

7 pois a ajuda do Egito não vale nada.
Por isso, estou pondo no Egito o apelido de ‘O Dragão Manso’.”

8 O Senhor Deus me disse:
“Escreva a mensagem numa tábua
a fim de que fique registrada para sempre
como testemunha eterna contra o povo.

9 Pois são gente rebelde, pessoas mentirosas,
que não querem ouvir a lei do Senhor.

10 Eles pedem aos videntes que não tenham visões
e dizem aos profetas:
‘Não nos anunciem a verdade;
inventem coisas que nos agradem.

11 Deem o fora! Parem de nos amolar!
Não nos falem mais a respeito do Santo Deus de Israel!’ ”

12 Por isso, o Santo Deus de Israel diz ao seu povo:
“Vocês rejeitam a minha mensagem
e põem a sua confiança e a sua fé na violência e na mentira.

13 Portanto, esse pecado vai trazer a ruína para vocês;
ele será como uma brecha que vai se abrindo num muro alto:
de repente, o muro desmorona e cai no chão.

14 Vocês serão completamente destruídos,
como um vaso de barro que se quebra:
não sobra nem um caco que sirva
para tirar brasas do fogo
ou para tirar água do poço.”

15 O Senhor, o Santo Deus de Israel, diz ao seu povo:
“Se voltarem para mim e ficarem calmos, vocês serão salvos;
fiquem tranquilos e confiem em mim,
e eu lhes darei a vitória.
Mas vocês não quiseram fazer o que eu disse.

16 Pelo contrário, disseram assim:
‘Não! Nós vamos montar cavalos ligeiros
e assim escaparemos do inimigo!’
Pois fujam, se puderem;
mas os cavalos dos inimigos são mais ligeiros do que os seus.

17 Mil de vocês fugirão de um só inimigo que os atacar,
cinco inimigos farão com que todos vocês fujam.
Os poucos que restarem parecerão um mastro de bandeira
sozinho no alto de um morro.”



Deus abençoará o seu povo

18 No entanto, o Senhor continua esperando porque ele quer ser bondoso e ter compaixão de vocês; pois ele é Deus que faz o que é direito. Felizes são aqueles que põem a sua esperança nele! 19 Povo de Jerusalém, moradores de Sião, vocês não vão chorar mais. Quando vocês clamarem pedindo socorro, o Senhor Deus ficará com pena de vocês; ele os ouvirá e atenderá. 20 O Senhor lhes dará o pão de dores e a água do sofrimento, mas não se esconderá de vocês. Ele é o seu mestre, e vocês o encontrarão quando quiserem. 21 Se vocês se desviarem do caminho, indo para a direita ou para a esquerda, ouvirão a voz dele atrás de vocês, dizendo: “O caminho certo é este; andem nele.”

22 Vocês pegarão as suas imagens revestidas de prata e os seus ídolos folheados a ouro e os jogarão fora como se fossem coisas impuras. Vocês dirão a eles: “Fora daqui!”
23 Quando vocês espalharem as sementes nos seus campos, o Senhor mandará chuva, e as colheitas serão boas. Haverá muito pasto para o gado, 24 e os bois e jumentos que vocês usam para arar os campos comerão da melhor ração, preparada cuidadosamente e misturada com sal. 25 Quando chegar o dia em que os inimigos forem mortos e as suas fortalezas destruídas, rios e riachos jorrarão de todos os morros e de todas as montanhas.

26 Quando o Senhor tratar as feridas do seu povo e curar os ferimentos que ele mesmo causou, a lua brilhará tanto como o sol, e a luz do sol será sete vezes mais forte, como se num só dia brilhasse a luz de sete dias.



Deus castigará a Assíria

27 Atenção! O Senhor Deus vem de longe;
é ele mesmo que vem!
Ele chega furioso, no meio de grossas nuvens de fumaça.
Cheio de ira, ele fala;
as suas palavras são como um fogo devorador.

28 O sopro do Senhor é como uma enchente
que sobe até o pescoço das pessoas.
O Senhor peneira os povos como se fossem trigo,
e os joga fora como se fossem palha.
Ele põe freios na sua boca
e os leva por caminhos errados.

29 Mas vocês cantarão de alegria
como fazem nas noites das festas sagradas;
vocês ficarão felizes
como os que, ao som da música de flautas,
sobem o monte sagrado para adorar o Senhor,
o forte protetor de Israel.

30 A voz majestosa do Senhor será ouvida por todos,
e ele mostrará a sua ira furiosa.
Haverá fogo devorador, trombas-d’água,
tempestades e chuvas de pedra;
e ele levantará o forte braço para castigar.

31 Os assírios ficarão apavorados ao ouvirem a voz do Senhor,
ao sentirem o peso do seu castigo.

32 Ao som de tambores e de liras,
o Senhor surrará os assírios com o seu bastão;
ele mesmo lutará contra eles.

33 Há muito tempo está preparada para o rei da Assíria
uma fogueira em que ele será queimado.
Ela está num lugar fundo e largo,
e há bastante lenha para queimar.
Como um rio de enxofre,
o sopro do Senhor porá fogo na lenha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário