Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Isaías 39 a 42 (dia 183)

Isaías 39

Os mensageiros da Babilônia

(2º Reis 20:12-19)

1 Por esse mesmo tempo, o rei da Babilônia, Merodaque-Baladã, filho de Baladã, soube que o rei Ezequias havia estado doente, mas agora já estava bom. Então lhe mandou uma carta e um presente. 2 Ezequias recebeu bem os mensageiros e lhes mostrou toda a sua riqueza, isto é, a sua prata e o seu ouro, as suas especiarias, os seus perfumes e todas as suas armas. Não houve nada nos seus depósitos ou em qualquer outro lugar que Ezequias não mostrasse.

3 Então o profeta Isaías foi falar com ele e perguntou:
— De onde vieram esses homens, e o que foi que lhe disseram?
Ezequias respondeu:
— Eles vieram de um país que fica muito longe daqui. Vieram da Babilônia.

4 — O que foi que eles viram no palácio? — perguntou Isaías.
O rei respondeu:
— Viram tudo. Não houve nada nos depósitos que eu não lhes mostrasse.

5 Então Isaías disse ao rei:
— O Senhor Todo-Poderoso diz que 6 vai chegar o tempo em que tudo aquilo que há no seu palácio, isto é, tudo o que os seus antepassados juntaram até hoje, será levado para a Babilônia. Não ficará nada.

7 Alguns dos seus próprios filhos serão levados como prisioneiros e feitos eunucos para trabalhar no palácio do rei da Babilônia.

8 O rei Ezequias entendeu que isso queria dizer que durante a vida dele haveria paz e segurança. Por isso, disse:
— A mensagem do Senhor que você me deu é boa.



Isaías 40

Mensagem de consolo

1 O Senhor, nosso Deus, diz:

“Consolem, consolem o meu povo.

2 Falem carinhosamente aos moradores de Jerusalém
e digam-lhes que já terminou a sua escravidão
e que os seus pecados foram perdoados.
Eles receberam de mim duas vezes mais castigos
do que os pecados que cometeram.”

3 Alguém está gritando:
“Preparem no deserto um caminho para o Senhor,
abram ali uma estrada reta para o nosso Deus passar!

4 Todos os vales serão aterrados,
e todos os morros e montes serão aplanados;
os terrenos cheios de altos e baixos ficarão planos,
e as regiões montanhosas virarão planícies.

5 Então o Senhor mostrará a sua glória,
e toda a humanidade a verá.
O próprio Senhor Deus prometeu que vai fazer isso.”

6 Alguém diz: “Anuncie a mensagem!”
“O que devo anunciar?” — eu pergunto.
“Anuncie que todos os seres humanos são como a erva do campo
e toda a força deles é como uma flor do mato.

7 A erva seca, e as flores caem
quando o sopro do Senhor passa por elas.
De fato, o povo é como a erva.

8 A erva seca, a flor cai,
mas a palavra do nosso Deus dura para sempre.”

9 Você, mensageiro de boas notícias para Jerusalém,
suba um alto monte;
você, mensageiro de boas notícias para Sião,
entregue a sua mensagem em voz alta.
Fale sem medo com as cidades de Judá
e anuncie bem alto:
“O seu Deus está chegando!”

10 O Senhor Deus vem vindo cheio de força;
com o seu braço poderoso, ele conseguiu a vitória.
E ele traz consigo o povo que ele salvou.

11 Como um pastor cuida do seu rebanho,
assim o Senhor cuidará do seu povo;
ele juntará os carneirinhos, e os carregará no colo,
e guiará com carinho as ovelhas que estão amamentando.



A grandeza do Deus de Israel

12 Quem mediu a água do mar com as conchas das mãos
ou mediu o céu com os dedos?
Quem, usando uma vasilha, calculou
quanta terra existe no mundo inteiro
ou pesou as montanhas e os morros numa balança?

13 Quem pode conhecer a mente do Senhor?
Quem é capaz de lhe dar conselhos?

14 Quem lhe deu lições ou ensinamentos?
Quem lhe ensinou a julgar com justiça
ou quis fazê-lo aprender mais coisas
ou procurou lhe mostrar como ser sábio?

15 Para o Senhor, todas as nações do mundo
são como uma gota de água num balde,
como um grão de poeira na balança;
ele carrega as ilhas distantes como se fossem um grão de areia.

16 Em toda a região do Líbano, não há animais suficientes
para um sacrifício como Deus merece,
nem árvores que cheguem para os queimar.

17 Para ele, as nações não são nada;
na presença dele, elas não têm nenhum valor.

18 Com quem Deus pode ser comparado?
Com o que ele se parece?

19 Ele não é como uma imagem feita por um artista,
que um ourives reveste de ouro
e cobre de enfeites de prata.

20 Quem não pode comprar ouro ou prata
escolhe madeira de lei
e procura um artista competente
que faça uma imagem que fique firme no seu lugar.

21 Será que vocês não sabem?
Será que nunca ouviram falar disso?
Não lhes contaram há muito tempo
como o mundo foi criado?

22 O Criador de todas as coisas
é aquele que se senta no seu trono no céu;
ele está tão longe da terra,
que os seres humanos lhe parecem tão pequenos como formigas.
Foi ele quem estendeu os céus como um véu,
quem os armou como uma barraca para neles morar.

23 É ele quem rebaixa reis poderosos
e tira altas autoridades do poder.

24 Eles são como plantas que brotaram há pouco
e quase não têm raízes.
Quando Deus sopra neles, eles murcham,
e a ventania os leva para longe, como se fossem palha.

25 Com quem vocês vão comparar o Santo Deus?
Quem é igual a ele?

26 Olhem para o céu e vejam as estrelas.
Quem foi que as criou?
Foi aquele que as faz sair em ordem como um exército;
ele sabe quantas são
e chama cada uma pelo seu nome.
A sua força e o seu poder são tão grandes,
que nenhuma delas deixa de responder.



Novas forças para os fracos

27 Povo de Israel, por que você se queixa, dizendo:
“O Senhor não se importa conosco,
o nosso Deus não se interessa pela nossa situação”?

28 Será que vocês não sabem?
Será que nunca ouviram falar disso?
O Senhor é o Deus Eterno,
ele criou o mundo inteiro.
Ele não se cansa, não fica fatigado;
ninguém pode medir a sua sabedoria.

29 Aos cansados ele dá novas forças
e enche de energia os fracos.

30 Até os jovens se cansam,
e os moços tropeçam e caem;

31 mas os que confiam no Senhor
recebem sempre novas forças.
Voam nas alturas como águias,
correm e não perdem as forças,
andam e não se cansam.



Isaías 41

Deus promete salvar o povo de Israel

1 O Senhor Deus diz:

“Povos das nações distantes, calem-se e escutem!
Renovem as suas forças
e venham prontos para defender a sua causa.
Vamos nos reunir para resolver com quem está a razão.

2 “Quem foi que trouxe do Oriente
esse rei que sempre sai vitorioso?
Quem fez com que ele derrotasse as nações
e com que reis fossem vencidos por ele?
Com a sua espada e as suas flechas,
ele os faz virar pó
e faz com que fujam como se fossem a palha que é levada pelo vento.

3 Ele os persegue e avança seguro;
ele anda tão depressa, que os seus pés quase não tocam no chão.

4 Quem planejou isso e fez com que tudo acontecesse?
Quem resolveu o que se passaria no mundo desde o princípio?
Fui eu, o Senhor,
que estava lá quando tudo começou
e que lá estarei quando tudo terminar.”

5 As nações distantes viram o que aconteceu,
e todos os povos tremeram de medo.
Então se juntaram e vieram.

6 Os que fazem imagens se ajudam uns aos outros,
cada um procura animar o seu companheiro.

7 O escultor anima o ourives;
aquele que bate o ferro com o martelo
elogia o que solda o ídolo. E diz:
“Que trabalho bem feito!”
E com pregos fixam a imagem no lugar para que não caia.

8 O Senhor diz ao povo de Israel:
“Você é o meu servo,
o povo que eu escolhi;
vocês são descendentes de Abraão, meu amigo.

9 Eu os trouxe dos fins da terra,
dos lugares mais distantes do mundo,
e lhes disse: ‘Vocês são os meus servos.’
Eu os escolhi e nunca os rejeitei.

10 Não fiquem com medo, pois estou com vocês;
não se apavorem, pois eu sou o seu Deus.
Eu lhes dou forças e os ajudo;
eu os protejo com a minha forte mão.

11 “Todos os seus inimigos
serão derrotados e humilhados;
todos os que lutam contra vocês
serão destruídos e morrerão.

12 Se vocês procurarem os seus inimigos,
não os acharão,
pois todos eles terão desaparecido.

13 Eu sou o Senhor, o Deus de vocês;
eu os seguro pela mão e lhes digo:
‘Não fiquem com medo, pois eu os ajudo.’ ”

14 O Senhor diz ao seu povo:
“Você é pequeno e fraquinho,
mas não tenha medo,
pois eu, o Santo Deus de Israel,
sou o seu Salvador
e o protegerei.

15 Farei com que você seja como uma máquina de debulhar trigo,
que tem pontas de ferro novas e afiadas:
você passará sobre os montes, eles virarão pó,
e as montanhas ficarão como palha.

16 Você os jogará para cima,
o vento os levará,
e a ventania os espalhará.
Então você ficará alegre porque eu, o Senhor, sou o seu Deus,
e você louvará a mim, o Santo Deus de Israel.

17 “Quando o meu povo, pobre e necessitado,
procurar água e não encontrar;
quando a boca deles estiver seca de sede,
eu, o Senhor, os atenderei,
eu, o Deus de Israel, não os abandonarei.

18 Farei com que brotem fontes nos vales
e com que rios corram pelas montanhas onde não há plantas.
Farei com que os desertos virem lagos
e com que nas terras secas haja muitos poços.

19 Plantarei árvores no deserto:
cedros, acácias, murtas e oliveiras;
nas terras secas, farei crescer pinheiros,
junto com os zimbros e ciprestes.

20 Todos verão o que aconteceu e ficarão sabendo
que fui eu, o Senhor, quem fez isso.
Todos pensarão bem e entenderão
que tudo isso foi feito pelo Santo Deus de Israel.”



O Senhor desafia os deuses pagãos

21 O Senhor, o Rei de Israel, diz:

“Deuses das nações, venham apresentar a sua causa
e fazer a sua defesa.

22 Venham e nos digam o que vai acontecer;
expliquem também as profecias que vocês fizeram no passado,
para que nós fiquemos sabendo se elas se cumpriram.
Ou então digam o que vai acontecer no futuro,
e assim nós poderemos ver se vai dar certo.

23 Anunciem as coisas que vão acontecer daqui em diante
a fim de provar que vocês são deuses de fato.
Façam o que quiserem, seja bom ou seja mau,
para que fiquemos com medo e cheios de pavor.

24 Mas vocês não são nada!
Vocês não podem fazer nada!
Eu detesto aqueles que os adoram!

25 “Fui eu que chamei um homem que mora no Oriente;
ele confia em mim
e vem do Norte para atacar os seus inimigos.
Ele pisa em cima de reis como se fossem lama;
ele os trata como um oleiro que amassa o barro com os pés.

26 Será que algum de vocês anunciou que isso ia acontecer,
para que nós ficássemos sabendo?
Algum deus falou disso no passado
para que nós disséssemos: ‘Ele tinha razão’?
Nenhuma imagem anunciou nada a respeito disso,
nenhuma nos avisou;
não ouvimos vocês dizerem nem uma só palavra.

27 Pois eu anunciei isso a Sião desde o começo,
eu mandei um mensageiro espalhar essas boas notícias em Jerusalém.

28 Eu procuro os deuses, mas nenhum deles aparece;
nenhum deles pode dar explicações
ou responder às perguntas que faço.

29 Eles não são nada!
Eles não podem fazer nada!
Essas imagens são coisas sem vida e sem valor.”



Isaías 42

O servo do Senhor

1 O Senhor Deus diz:

“Aqui está o meu servo, a quem eu fortaleço,
o meu escolhido, que dá muita alegria ao meu coração.
Pus nele o meu Espírito,
e ele anunciará a minha vontade a todos os povos.

2 Não gritará, não clamará,
não fará discursos nas ruas.

3 Não esmagará um galho que está quebrado,
nem apagará a luz que já está fraca.
Com toda a dedicação, ele anunciará a minha vontade.

4 Não se cansará, nem desanimará,
mas continuará firme até que todos aceitem a minha vontade.
As nações distantes estão esperando para receber os seus ensinamentos.”

5 O Senhor Deus criou os céus e os estendeu;
formou a terra e tudo o que nela existe
e deu vida e fôlego a todos os seus moradores.
E agora o Senhor diz ao seu servo:

6 “Eu, o Senhor, o chamei e o peguei pela mão,
para que haja salvação por meio de você.
Eu o criei e o enviei
como garantia da aliança que vou fazer com o meu povo,
como a luz da salvação que darei aos outros povos;

7 para abrir os olhos dos cegos,
pôr em liberdade os prisioneiros
e soltar os que estão em prisões escuras.

8 Eu sou o Senhor: este é o meu nome,
e não permito que as imagens
recebam o louvor que somente eu mereço.”

9 Deus diz ao seu povo:
“As coisas que prometi no passado já se cumpriram,
e agora vou lhes anunciar coisas novas,
para que vocês as saibam antes mesmo que elas aconteçam.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário