Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Jó 33 a 36 (dia 118)

Jó 33


Darei a minha opinião com franqueza

1 “Por isso, Jó, escute as minhas palavras
e preste atenção em tudo o que vou dizer.

2 Estou pronto para começar
e vou falar o que penso.

3 Darei a minha opinião com franqueza;
as minhas palavras serão sinceras, vindas do coração.

4 Pois foi o Espírito de Deus que me fez,
e é o sopro do Todo-Poderoso que me dá vida.

5 “Responda-me, se for capaz;
prepare-se para discutir comigo.

6 Para Deus você e eu somos iguais;
eu também fui formado do barro.

7 Por isso, não tenha medo de mim;
a minha intenção não é esmagar você.



Você disse que está inocente

8 “Creio que ouvi você dizer o seguinte:

9 ‘Não sou culpado; não fiz nada de errado.
Estou inocente; não cometi nenhum pecado.

10 É Deus quem inventa motivos para me atacar;
ele me trata como se eu fosse um inimigo.

11 Ele amarrou os meus pés com correntes
e fica vigiando tudo o que eu faço.’



Deus fala de várias maneiras

12 “Mas eu lhe digo que você não tem razão,
pois Deus é maior do que as criaturas humanas.

13 Por que você acusa Deus,
afirmando que ele não dá atenção às nossas queixas?

14 Deus fala de várias maneiras,
porém nós não lhe damos atenção.

15 De noite, na cama,
quando dormimos um sono profundo,
ele fala por meio de sonhos ou de visões.

16 Deus fala aos nossos ouvidos,
e os seus avisos nos enchem de medo.

17 Ele fala com a gente para que deixemos de pecar
e para que não nos tornemos orgulhosos.

18 Assim, ele nos livra da morte
e não deixa que nos joguem na sepultura.



Deus o aceitará de novo

19 “Outras vezes, Deus castiga com doenças
e com fortes dores que não passam.

20 O doente perde o apetite
e não quer nem ver as comidas mais gostosas.

21 Ele emagrece, vai se acabando
e no fim vira pele e osso.

22 Ele está às portas da morte;
logo será levado para a sepultura.

23 “Pode ser que ele venha a ser socorrido por um anjo,
um dos milhares de anjos de Deus,
que ensinam a gente a fazer o que é certo.

24 O anjo terá pena dele e pedirá a Deus:
‘Solta-o! Ele não deve descer ao mundo dos mortos.
Aqui está o pagamento do seu resgate.’

25 Então ele terá saúde novamente,
e o seu corpo será forte como era na juventude.

26 Quando orar, Deus o atenderá.
Ele o adorará com alegria,
e Deus o aceitará de novo como um homem direito.

27 Ele dirá a todos:
‘Pequei, cometi injustiças,
mas Deus não me castigou.

28 Ele me salvou da morte;
eu ainda posso ver a luz.’

29 “Deus faz tudo isso com a gente
e faz várias vezes.

30 Ele não deixa que morramos,
e assim continuamos a ser iluminados pela luz da vida.

31 “Agora, Jó, escute com atenção;
fique calado, pois vou falar.

32 Se você tem alguma coisa a dizer, responda,
pois eu gostaria de lhe dar razão.

33 Se não, fique calado e escute,
que eu lhe ensinarei como ser sábio.”



Jó 34


Segunda fala de Eliú
(Cap. 34)

1 Eliú disse mais:

2 “Vocês que são sábios e instruídos,
escutem o que vou dizer.

3 Assim como os ouvidos julgam o valor das palavras,
e o paladar prova os alimentos,

4 assim nós agora vamos examinar o caso
e resolvê-lo do jeito que nos parecer melhor.



Deus não é injusto com ninguém

5 “Jó está dizendo que é inocente
e que Deus não quer lhe fazer justiça.

6 E pergunta: ‘Como é que eu poderia mentir, dizendo que estou errado?
Sofro de uma doença que não tem cura,
embora não tenha cometido nenhum pecado.’

7 “Neste mundo não há ninguém como Jó,
para quem é tão fácil zombar de Deus como beber um copo de água.

8 Ele anda com homens maus
e se ajunta com gente que não presta.

9 E diz assim: ‘Não adianta nada
procurar agradar a Deus.’

10 “Agora, vocês que têm juízo, me escutem.
Será que Deus faria alguma coisa errada?
Será que o Todo-Poderoso cometeria uma injustiça?

11 Ele nos paga de acordo com o que fazemos
e dá a cada um o que merece.

12 Na verdade, o Deus Todo-Poderoso não faz o mal
e não é injusto com ninguém.

13 Quem entregou o poder a Deus?
Quem o fez governador do Universo?

14 Se Deus quisesse,
poderia fazer voltar para si o fôlego, a respiração da gente;

15 então todas as pessoas morreriam juntas, no mesmo instante,
e voltariam de novo para o pó.



Deus é justo e poderoso

16 “Agora, Jó, se você é sábio, escute
e preste atenção no que vou dizer.

17 Se Deus odiasse a justiça, não poderia governar o mundo.
Será que você quer condenar aquele que é justo e poderoso?

18 Deus condena os reis e as autoridades
quando são maus, quando não prestam.

19 Ele não mostra preferência pelas pessoas que estão no poder,
nem favorece os ricos em prejuízo dos pobres,
pois todos foram criados por ele.

20 A morte pode vir de repente, no meio da noite.
A pessoa tem um ataque e morre.
Deus não precisa de ajuda para matar os poderosos.

21 Pois ele sabe tudo o que fazemos
e vê todos os passos que damos.

22 Não existe nenhum lugar, por mais escuro que seja,
onde um pecador possa se esconder de Deus.

23 Deus não precisa marcar um dia
para que uma pessoa se apresente
a fim de ser julgada por ele.

24 Ele não necessita de examinar a vida dos poderosos
para acabar com eles e dar a outros o seu lugar.

25 Pois Deus conhece o que eles fazem;
de noite ele os derruba e esmaga.

26 Em público, na frente de todos,
Deus os castiga como se fossem criminosos

27 porque eles se afastaram dele
e não quiseram obedecer a nenhum dos seus mandamentos.

28 Eles fizeram com que os gritos dos pobres e explorados
subissem até Deus, e ele os escutou.

29 “Mas, se Deus se calar, ninguém poderá condená-lo.
Se ele esconder o rosto,
as pessoas e as nações ficarão sem defesa

30 e nada poderão fazer
para evitar que homens maus as governem e explorem.



Você resolveu parar de praticar o mal?

31 “Jó, será que você já reconheceu diante de Deus
que você sofreu por causa dos seus pecados
e que prometeu que não vai pecar mais?

32 Será que você pediu a Deus que lhe mostrasse as suas faltas
e resolveu parar de praticar o mal?

33 Se você não aceita o que Deus faz,
como espera que ele faça o que você quer?
Você é quem precisa responder, e não eu;
diga-nos o que está pensando.

34 “As pessoas sábias e sensatas que me estão escutando
certamente dirão assim:

35 ‘Jó não sabe o que está falando;
o que ele diz não faz sentido.

36 É só examinar bem as suas palavras,
e a gente vê que ele responde como um perverso.

37 Jó é pecador, um pecador rebelde.
Na nossa presença, zomba de Deus
e não para de falar contra ele.’ ”



Jó 35


Terceira fala de Eliú
(Cap. 35)

1 Em seguida Eliú disse:

2 “Jó, você não tem o direito de dizer
que para Deus você é inocente

3 e também não pode perguntar assim:
‘Ó Deus, será que te sentes mal com o meu pecado?
E que vantagem tenho se não pecar?’

4 Pois eu vou responder a você
e também aos seus amigos.



Suas faltas não prejudicam a Deus, mas os outros

5 “Olhe para o céu e veja
como as nuvens estão muito acima de você.

6 Se você peca, isso não atinge a Deus lá no alto;
as suas faltas, por muitas que sejam, não vão prejudicar a Deus.

7 Se você faz o bem, não está ajudando a Deus;
ele não precisa de nada que é seu.

8 São os outros que sofrem por causa dos pecados que você comete;
e também são eles que são ajudados quando você pratica o bem.

9 “Os homens, quando são perseguidos por todos os lados,
gemem e gritam, pedindo que alguém os livre das mãos dos poderosos;

10 porém não voltam para Deus, o seu Criador,
que dá forças nas horas mais escuras.

11 Eles não voltam para Deus, que os torna sábios,
mais sábios do que as aves e os animais.

12 Eles gritam por socorro, mas Deus não responde
porque são orgulhosos e maus.

13 Mas é falso dizer que Deus não ouve
ou que o Todo-Poderoso não vê.



Você não sabe o que está dizendo

14 “Jó, você diz que não pode ver a Deus;
mas espere com paciência, pois a sua causa está com ele.

15 Você pensa que Deus não castiga,
que ele não presta muita atenção no pecado.

16 Não adianta nada continuar o seu discurso;
você fala muito, porém não sabe o que está dizendo.”



Jó 36


Quarta fala de Eliú
(Caps. 36—37)

1 Eliú continuou a falar. Ele disse:

2 “Jó, tenha um pouco mais de paciência,
pois ainda vou lhe mostrar que tenho outras coisas a dizer a favor de Deus.

3 Usarei os meus profundos conhecimentos
para mostrar que Deus, o meu Criador, é justo.

4 Tudo o que vou dizer é verdade;
quem está falando com você é realmente um sábio.



Deus protege e Deus castiga

5 “Como Deus é poderoso!
Ele não despreza ninguém.
Deus sabe todas as coisas.

6 Ele não deixa que os maus continuem vivendo
e sempre trata os pobres com justiça.

7 Deus protege os homens corretos,
deixa que eles governem como reis
e assim tenham uma alta posição para sempre.

8 Mas, se alguns são presos com correntes
ou são amarrados com as cordas dos sofrimentos,

9 então Deus lhes mostra que isso é por causa do que fizeram,
que é o castigo pelos seus pecados e pelo seu orgulho.

10 Deus faz com que escutem os seus avisos
e manda que abandonem o pecado.

11 Se obedecem a Deus e o adoram,
então têm paz e prosperidade até o fim da vida.

12 Mas, se não se importam com Deus,
então morrem na ignorância,
atravessam o rio e entram no mundo dos mortos.

13 “Aqueles que têm um coração perverso guardam raiva
e, mesmo quando são castigados, não clamam pedindo socorro.

14 Desonram o seu corpo entre si
e morrem em plena mocidade.

15 Mas Deus nos ensina por meio do sofrimento
e usa a aflição para abrir os nossos olhos.



Você está sofrendo por causa da sua maldade

16 “Jó, Deus o livrou dos perigos
e o deixou viver em segurança.
À sua mesa sempre se comeu do bom e do melhor.

17 Mas você foi julgado e condenado
e agora está recebendo o castigo que merece.

18 Cuidado, não aceite dinheiro para torcer a justiça,
não deixe que as muitas riquezas o seduzam.

19 Não adianta nada gritar pedindo socorro;
todo o seu poder não tem nenhum valor agora.

20 Não fique desejando que chegue a noite
em que as nações serão destruídas.

21 Você está sofrendo por causa da sua maldade;
cuidado, não se volte para ela!



Como é grande o poder de Deus!

22 “Como é grande o poder de Deus!
Quem é capaz de governar tão bem como ele?

23 Ninguém pode dar ordens a Deus,
nem acusá-lo de praticar o mal.

24 O mundo inteiro o louva pelo que ele faz,
e você também não esqueça de louvá-lo.

25 Mesmo de longe todos nós vemos e admiramos
o que Deus está fazendo.

26 Ele é grande demais para que o possamos conhecer;
nós não podemos calcular quantos anos já viveu.



O poder e a majestade de Deus

27 “Deus faz com que a água da terra suba para um depósito
e depois a transforma em gotas de chuva.

28 As nuvens derramam a água,
que cai em aguaceiros sobre a terra.

29 Quem entende o movimento das nuvens
ou o barulho dos trovões no céu, onde Deus mora?

30 Deus espalha relâmpagos em volta de si,
mas o fundo do mar continua escuro.

31 É assim que Deus alimenta os povos
e lhes dá comida à vontade.

32 Ele pega o raio com as mãos
e manda que atinja o alvo.

33 O gado sente que a tempestade está perto,
e o trovão avisa que ela vem aí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário