Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Salmos 55 a 58 (dia 134)

Salmos 55

Oração de um homem perseguido

1 Ouve a minha oração, ó Deus!
Não deixes de atender o meu pedido.

2 Escuta-me e responde.
As minhas aflições
me deixam desgastado.

3 Eu tremo quando ouço as ameaças
dos meus inimigos;
a perseguição dos maus me esmaga.
Eles fazem com que desgraças
caiam sobre mim;
estão com raiva de mim e me odeiam.

4 O meu coração está cheio de medo,
e o pavor da morte cai sobre mim.

5 Sinto um medo terrível
e estou tremendo;
o pavor tomou conta de mim.

6 Ah! Se eu tivesse asas como a pomba,
voaria para um lugar de descanso!

7 Fugiria para bem longe
e moraria no deserto.

8 Bem depressa procuraria achar
um lugar seguro
para me esconder
da ventania e da tempestade.

9 Ó Senhor, atrapalha e destrói
os conchavos dos meus inimigos,
pois vejo violência e pancadaria
na cidade!

10 Dia e noite, eles andam
em volta dela, nas muralhas,
enchendo-a de crimes e de maldade.

11 Por toda parte há destruição,
e as ruas estão cheias
de exploração e desonestidade.

12 Não era um inimigo
que estava zombando de mim;
se fosse, eu poderia suportar;
nem era um adversário
que me tratava com desprezo,
pois eu poderia me esconder dele.

13 Porém foi você mesmo,
meu companheiro,
meu colega e amigo íntimo!

14 Conversávamos com toda a liberdade
e íamos juntos adorar com o povo
no Templo.

15 Que a morte venha de repente
sobre os meus inimigos!
Que eles desçam vivos
para o mundo dos mortos,
pois a maldade está na casa
e no coração deles!

16 Mas eu chamo a Deus, o Senhor,
pedindo ajuda,
e ele me salva.

17 De manhã, ao meio-dia e de noite,
eu choro e me queixo, e ele me ouve.

18 Ele me traz são e salvo
de volta das batalhas
em que luto contra os meus
muitos inimigos.

19 O Deus que reina desde a eternidade
me ouve e os derrota.
Pois eles não querem mudar de vida
e não temem a Deus.

20 O meu antigo companheiro
atacou os seus próprios amigos
e quebrou as promessas
que havia feito a eles.

21 As palavras dele eram mais macias
do que a manteiga,
mas no seu coração havia ódio.
As palavras dele eram mais suaves
do que o azeite,
mas cortavam como espadas afiadas.

22 Entregue os seus problemas
ao Senhor, e ele o ajudará;
ele nunca deixa que fracasse
a pessoa que lhe obedece.

23 Mas, quanto àqueles assassinos
e traidores,
tu, ó Deus, os jogarás no fundo
do mundo dos mortos;
eles não chegarão até a metade
da sua vida.
Eu, porém, confiarei em ti.



Salmos 56

Deus está comigo

1 Tem misericórdia de mim, ó Deus,
pois estou sendo atacado
por inimigos que estão sempre
me perseguindo!

2 O dia inteiro eles me atacam,
e são muitos os que lutam contra mim.

3 Quando estou com medo,
eu confio em ti, ó Deus Todo-Poderoso.

4 Confio em Deus e o louvo
pelo que ele tem prometido;
confio nele e não terei medo de nada.
O que podem me fazer
simples seres humanos?

5 O dia inteiro os meus inimigos
me atrapalham nos meus negócios
e só pensam em me prejudicar.

6 Eles se reúnem em lugares escondidos,
olham o que estou fazendo
e ficam esperando uma oportunidade
para me matar.

7 Ó Deus, castiga-os
por causa da sua maldade!
Mostra a tua ira
e derrota essa gente.

8 Tu sabes como estou aflito,
pois tens tomado nota
de todas as minhas lágrimas.
Será que elas não estão escritas
no teu livro?

9 Quando eu pedir a tua ajuda,
os meus inimigos fugirão.
Uma coisa eu sei: Deus está comigo.

10 Eu louvo a promessa de Deus,
a promessa de Deus, o Senhor.

11 Confio nele e não terei medo de nada.
O que podem me fazer
simples seres humanos?

12 Ó Deus, eu te darei o que prometi,
eu te darei a minha oferta de louvor

13 porque me salvaste da morte
e não deixaste que eu fosse derrotado.
Assim, ó Deus, eu ando
na tua presença,
eu ando na luz da vida.



Salmos 57

Segurança em Deus

1 Tem misericórdia de mim, ó Deus,
tem misericórdia,
pois em ti procuro segurança!
Na sombra das tuas asas
eu encontro proteção
até que passe o perigo.

2 Eu chamo o Deus Altíssimo;
eu chamo a Deus, que me ajuda
em tudo.

3 Do céu, ele me responderá
e me salvará;
ele derrotará os que me atacam.
Deus me mostrará o seu amor
e a sua fidelidade.

4 Estou cercado de inimigos;
eles são como leões,
e querem me devorar.
Os seus dentes
são como lanças e flechas,
e a língua deles,
como espada afiada.

5 Ó Deus, mostra a tua grandeza nos céus,
e que a tua glória brilhe
no mundo inteiro!

6 Os meus inimigos armaram
uma armadilha para me pegar,
e eu fiquei muito aflito.
Fizeram uma cova no meu caminho,
mas eles mesmos caíram nela.

7 O meu coração está firme,
ó Deus, bem firme;
eu cantarei hinos em teu louvor.

8 Acorde, meu coração!
Minha harpa e minha lira, acordem!
Eu acordarei o sol.

9 Senhor, eu te darei graças
no meio das nações;
eu te louvarei entre os povos.

10 O teu amor chega até os céus,
e a tua fidelidade, até as nuvens.

11 Ó Deus, mostra a tua grandeza
nos céus,
e que a tua glória brilhe
no mundo inteiro!



Salmos 58

Castigo para os maus

1 Será que vocês, autoridades,
dão sentenças justas?
Será que julgam com justiça as pessoas?

2 Não. Vocês só pensam em fazer o mal
e cometem crimes de violência no país.

3 Os maus passam a vida
praticando o mal;
desde o dia em que nascem,
só contam mentiras.

4 Estão cheios de veneno
como as cobras;
tapam os ouvidos como uma cobra
que se faz de surda,

5 que não quer ouvir a voz
do encantador de serpentes.

6 Ó Deus, quebra os dentes dos maus!
Ó Senhor Deus, arranca os dentes
desses leões ferozes!

7 Que os maus desapareçam
como a água derramada na terra!
Que sejam esmagados como a erva
que nasce no caminho!

8 Que se derretam como o caracol
na lama!
Que sejam como a criança
que nasce morta,
que nunca viu a luz do sol!

9 Antes que os maus percebam
o que está acontecendo,
serão cortados como mato.
Enquanto ainda estiverem vivos,
Deus, em sua fúria terrível,
os expulsará com um sopro.

10 Os bons ficarão contentes
ao verem os maus sendo castigados;
os bons lavarão os pés
no sangue deles.

11 E as pessoas dirão: “De fato,
os bons são recompensados.
Realmente existe um Deus
que julga o mundo.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário