Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Salmos 27 a 30 (dia 127)

Salmos 27

Segurança em Deus


1 O Senhor Deus é a minha luz
e a minha salvação;
de quem terei medo?
O Senhor me livra de todo perigo;
não ficarei com medo de ninguém.

2 Quando os maus, os meus inimigos,
me atacam
e procuram me matar,
são eles que tropeçam e caem.

3 Ainda que um exército inteiro
me cerque,
não terei medo;
ainda que os meus inimigos
me ataquem,
continuarei confiando em Deus.

4 A Deus, o Senhor, pedi uma coisa,
e o que eu quero é só isto:
que ele me deixe viver na sua casa
todos os dias da minha vida,
para sentir, maravilhado,
a sua bondade
e pedir a sua orientação.

5 Em tempos difíceis,
ele me esconderá no seu abrigo.
Ele me guardará no seu Templo
e me colocará em segurança
no alto de uma rocha.

6 Assim vencerei os inimigos
que me cercam.
Com gritos de alegria, oferecerei
sacrifícios no seu Templo;
eu cantarei e louvarei
a Deus, o Senhor.

7 Ó Senhor, ouve-me quando eu te chamar!
Tem compaixão de mim e responde-me.

8 Tu disseste: “Venha me adorar.”
Eu respondo: “Eu irei te adorar,
ó Senhor Deus.”

9 Não te escondas de mim.
Não fiques irado comigo;
não rejeites este teu servo.
Ó Deus, meu libertador,
tu tens sido a minha ajuda;
não me deixes, não me abandones.

10 Ainda que o meu pai e a minha mãe
me abandonem,
o Senhor cuidará de mim.

11 Ó Senhor Deus, ensina-me
a fazer a tua vontade
e guia-me por um caminho seguro,
pois os meus inimigos são muitos.

12 Não me entregues nas mãos
desses inimigos,
que dizem mentiras contra mim
e me ameaçam com violência.

13 Estou certo de que verei,
ainda nesta vida,
o Senhor Deus mostrar a sua bondade.

14 Confie no Senhor.
Tenha fé e coragem.
Confie em Deus, o Senhor.



Salmos 28

Oração pedindo ajuda


1 Ó Senhor Deus, minha rocha,
eu peço a tua ajuda!
Não deixes de ouvir o meu pedido.
Se não me responderes,
eu estarei com aqueles
que descem ao mundo dos mortos.

2 Ouve-me quando levanto as mãos
na direção do teu santo Templo
e grito, pedindo a tua ajuda.

3 Não me castigues
juntamente com os maus,
com os que praticam más ações.
Eles falam como se fossem amigos,
mas o coração deles
está cheio de maldade.

4 Castiga essas pessoas
pelas suas ações,
por todo o mal que têm feito.
Dá aos maus o que merecem.

5 Eles não querem saber
do que o Senhor tem feito,
nem reparam nos seus atos poderosos;
por isso, ele os castigará
e os destruirá para sempre.

6 Louvado seja Deus, o Senhor,
pois ele ouviu o meu grito
pedindo ajuda.

7 O Senhor é a minha força
e o meu escudo;
com todo o coração eu confio nele.
O Senhor me ajuda;
por isso, o meu coração está feliz,
e eu canto hinos em seu louvor.

8 O Senhor Deus é a força do seu povo.
O Senhor é o refúgio seguro do rei
que ele escolheu.

9 Ó Deus, salva o teu povo
e abençoa aqueles que são teus!
Sê o pastor deles
e cuida deles para sempre.



Salmos 29

O poder de Deus na tempestade


1 Anjos, louvem a Deus, o Senhor;
louvem a sua glória e o seu poder.

2 Deem ao Senhor a honra que ele merece;
curvem-se diante do Senhor, o Santo Deus,
quando ele aparecer.

3 A voz do Senhor é ouvida
sobre as águas;
o glorioso Deus troveja,
e sobre os mares se ouve a sua voz.

4 A voz do Senhor é cheia
de poder e majestade;

5 a sua voz quebra
as árvores de cedro,
quebra até os cedros
dos montes Líbanos.

6 Os montes Líbanos ele faz saltar
como bezerros;
o monte Hermom ele faz pular
como um boi novo.

7 A voz do Senhor
faz brilhar o relâmpago.

8 A sua voz faz tremer o deserto;
o Senhor faz tremer
o deserto de Cades.

9 A voz do Senhor
sacode os carvalhos
e arranca as folhas das árvores.
Enquanto isso, no seu Templo,
todos gritam:
“Glória a Deus!”

10 O Senhor Deus reina
sobre as águas profundas;
como Rei ele governa para sempre.

11 O Senhor dá força ao seu povo
e o abençoa,
dando-lhe tudo o que é bom.



Salmos 30

Ação de graças de uma pessoa salva da morte


1 Ó Senhor Deus, eu te louvo
porque me socorreste
e não deixaste que os meus inimigos
zombassem de mim.

2 Ó Senhor, meu Deus,
eu gritei pedindo ajuda,
e tu me curaste,

3 tu me salvaste da morte.
Eu estava entre aqueles que iam
para o mundo dos mortos,
mas tu me fizeste viver novamente.

4 Cantem louvor a Deus, o Senhor,
vocês, o seu povo fiel!
Lembrem do que o Santo Deus tem feito
e lhe deem graças.

5 A sua ira dura só um momento,
mas a sua bondade
é para a vida toda.
O choro pode durar a noite inteira,
mas de manhã vem a alegria.

6 Eu me senti seguro e pensei:
“Nunca terei dificuldades.”

7 Ó Senhor Deus, tu foste bom para mim
e me protegeste como uma fortaleza
nas montanhas.
Depois tu te escondeste de mim,
e eu fiquei com medo.

8 Ó Senhor Deus, eu te chamei
e pedi a tua ajuda.

9 Se eu morrer,
que lucrarás com isso?
Será que os mortos podem te louvar?
Será que eles podem anunciar
que és fiel?

10 Ó Deus, escuta-me
e tem compaixão de mim!
Ajuda-me, ó Senhor Deus!

11 Tu mudaste o meu choro
em dança alegre,
afastaste de mim a tristeza
e me cercaste de alegria.

12 Por isso, não ficarei calado,
mas cantarei louvores a ti.
Ó Senhor, tu és o meu Deus;
eu te darei graças para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário