Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH)

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Salmos 120 a 123 (dia 153)

Salmos 120

Pedido de ajuda

1 Quando estive aflito,
pedi ajuda a Deus, o Senhor,
e ele me respondeu.

2 Ó Senhor, livra-me
dos mentirosos e dos falsos!

3 Mentirosos, que será que Deus
vai fazer com vocês?
Como será que ele vai castigá-los?

4 Ele os castigará com as flechas afiadas
de um soldado e com brasas.

5 Viver entre vocês me faz sofrer tanto
como se eu morasse em Meseque
ou entre a gente de Quedar.

6 Há muito tempo que estou morando
com aqueles que odeiam a paz.

7 Quando falo de paz,
eles falam a favor de guerra.



Salmos 121

Deus, o nosso protetor

1 Olho para os montes e pergunto:
“De onde virá o meu socorro?”

2 O meu socorro vem do Senhor Deus,
que fez o céu e a terra.

3 Ele, o seu protetor,
está sempre alerta
e não deixará que você caia.

4 O protetor do povo de Israel
nunca dorme, nem cochila.

5 O Senhor guardará você;
ele está sempre ao seu lado
para protegê-lo.

6 O sol não lhe fará mal de dia,
nem a lua, de noite.

7 O Senhor guardará você
de todo perigo;
ele protegerá a sua vida.

8 Ele o guardará quando você for
e quando voltar,
agora e sempre.



Salmos 122

Elogio a Jerusalém

1 Fiquei alegre quando me disseram:
“Vamos à casa de Deus, o Senhor.”

2 E agora aqui estamos,
dentro de Jerusalém.

3 Jerusalém é uma cidade construída
de novo,
onde o povo se reúne.

4 Para cá sobem as tribos,
as tribos de Israel,
para dar graças ao Senhor,
como ele ordenou.

5 Aqui estão os tribunais de justiça,
onde o rei julga o seu povo.

6 Orem para que haja paz em Jerusalém.
“Ó Jerusalém, que prosperem
aqueles que a amam!

7 Que haja paz na cidade protegida
por muralhas!
Que haja segurança nos seus palácios!”

8 Eu amo os meus patrícios e amigos
e por isso digo a Jerusalém:
“Que a paz esteja com você!”

9 Eu amo o Templo do Senhor,
o nosso Deus,
e por isso oro pela prosperidade
de Jerusalém.



Salmos 123

Pedido de misericórdia

1 Ó Senhor Deus, levanto os olhos a ti,
que tens o trono no céu.

2 Como o escravo depende do seu dono
e como as escravas dependem
das suas donas,
assim olhamos para ti, ó Senhor,
nosso Deus,
esperando que tenhas compaixão de nós.

3 Tem compaixão de nós, ó Senhor!
Tem compaixão, pois somos tratados
com muito desprezo.

4 Somos sempre desprezados pelos ricos,
e os orgulhosos zombam de nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário